A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

WANDERLEI, Perielo Rostan de Mendonça  

(AL?). Obras: Noções Minerais e Rochas, Maceió: EDUFAL, 1984; Elementos de Mineralogia, Maceió: UFAL, 1972; Elementos de Petrografia, Maceió: UFAL, 1972.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEI, Roberto  

(AL?). Obra: Homens e Capachos, Brasília: Centro Gráfico do Senado Federal, 1988.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEI, Stanislau  

(Camaragibe - AL 07/05/1830 - Maceió - AL 8/03/1898). Jornalista. Fundador da Sociedade Libertadora Alagoana, membro da Sociedade Montepio dos Artistas de Maceió e do IAGA. Obras: O Fisco, Crítica Mosaica, Maceió: Livraria Fonseca, 1898; Notícias Sobre Algumas Moedas Portuguesas Antigas, Revista do IAGA, v. II, n. 12, p. 67-69.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEI, Tércio  

(Bom Conselho - PE 08/12/1900 - Maceió - AL 03/01/1994). Empresário, deputado estadual. Filho de Lívio Machado Vanderlei, alagoano de Santana do Ipanema, e Francisca Santina de Albuquerque Vanderlei. Quando tinha 9 anos de idade, seu pai, por motivos políticos, muda-se para Palmeira dos Índios. Estuda na escola de Monsenhor Lessa. Faz teatro, tendo participado da encenação de "Os Dois Filhos do Sargento", dirigido por Graciliano Ramos. Em 1911 passa a estudar em Maceió, no Colégio Diocesano. Depois, transfere-se para o Colégio São José, transferindo também suas dificuldades com os estudos de Português e sua facilidade para com a Matemática. Não supera os exames do Liceu Alagoano. Entra para o comércio e, mais adiante, para a indústria, com uma fábrica de sabão e velas. Atuou também na área da indústria têxtil. Foi membro de Departamento Administrativo do Estado. Fundador e diretor gerente do Banco Comércio e Indústria. Foi, ainda, presidente da Aliança Comercial de Retalhistas do Estado de Alagoas (1927) vice-presidente e depois presidente da Associação Comercial de Maceió, bem como do Conselho Julgador do Estado de Alagoas. Foi um dos membros do Conselho de Administração da Cooperativa dos Usineiros de Alagoas, e presidente dessa cooperativa. De 1975 a 1979, presidiu o Conselho de Desenvolvimento Social do Estado. Foi, ainda, presidente de honra do Conselho Deliberativo da Organização Arnon de Mello. Modernizador da Usina Coruripe, adquirida em 1941, de José de Castro Azevedo, que a instalara em 1925. Deputado estadual, pelo PSD, na legislatura 1947-51. Obra: Aspectos Econômicos de Alagoas nas Décadas de 20 e 30, Revista IHGAL, v.35, 1979, Maceió, 1979, p. 43-56.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEI, Vólia Maria Ferreira  

( Bocodó - PE 24/01/1945). Pintora. Mora em Maceió desde 1968. Curso de Pintura com Pierre Chalita, Oswaldo Cruz, Ana Carla, Terezinha Vanderlei e Bia Moreira. Exposições coletivas: Maceió Mar Hotel, (1989).


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEY NETO, José  

(Cacimbinhas - AL 08/07/1949 ). Médico, vice-governador, secretário de estado. Filho de Demorival Targino Wanderley e Noemia Ferreira Wanderley. Curso secundário, 1º ciclo, realizou no Colégio Pio XII - Palmeira dos Índios/ AL (1964) e o 2º ciclo, no Colégio Estadual Moreira e Silva (1967). Curso médico, básico, Instituto Ciências Biológicas UFAL (1969) e o profissional, na UFAL (1973). Cursos: de Urgências Médicas, Departamento Cirurgia da FM/UFAL (1970) Diagnóstico Diferencial dos Tumores Ósseos, Sociedade Brasileira de Patologia (1970) I Semana de Estudos Cancerológicos e Temas de Atualização em pré e pós Operatório, (ambos em 1971), no Departamento Cirurgia da FM/UFAL; Ética Médica, CRM/AL (1971) Patologia Cirurgia Infantil, Departamento Cir.Escola de Ciências Médicas (1971) Urgências Médicas, Centro de Ciências da Saúde da UFAL (1973). Fez Residência Médica no Instituto de Cardiologia Aloysio de Castro, no Rio de Janeiro (1974-76). Especialização: em Cirurgia Torácica e Cardiovascular, PUC/RJ (1976) em Cardiologia, Academia Brasileira de Medicina Militar, Faculdade de Medicina Valença e Instituto de Cardiologia (1975). Cirurgião Cardiovascular do Hospital São Lucas, RJ (1976-77). Cirurgião Cardiovascular do Hospital Lagoa, Inamps/RJ (1977). Em 1978 iniciou a cirurgia cardiovascular em Alagoas, na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, onde, com sua equipe, realizou o primeiro transplante de coração no Estado. Professor de Cirurgia Cardíaca na Faculdade de Medicina da UFAL. Diretor do Instituto de Doenças do Coração de Alagoas; Chefe do Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Instituto de Doença do Coração de Alagoas; Preceptor do Internato de Cirurgia dos Formandos da Escola de Ciências Médicas de Alagoas. Membro: da Sociedade Brasileira de Cardiologia; da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular; do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Fundador da Sociedade Alagoana de Cardiologia; da Sociedade Norte- Nordeste de Cardiologia; da Sociedade Norte-Nordeste de Cirurgia Cardiovascular; da ABTO - Associação Brasileira de Transplante de Órgãos; Habilitado do DECA - Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial; do Departamento de Cardiologia Pediátrica da S.B.C; Permanente da comissão de Ética da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardíaca; do Departamento de Cardiologia pediátrica da Sociedade Brasileira de Cardiologia; Fundador do GEPEC - Grupo de Estudos da Insuficiência Cardíaca da SBC; Fundador do DEPEX- departamento de pesquisa experimental da SBCCV. Sócio da Sociedade Internacional de Transplante de Coração e Pulmão e da Sociedade Europeia de Cirurgia Cardiotorácica. Chefe do Serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital Artur Ramos. Sócio Honorário da AAI, desde 1996; da Sociedade Brasileira de Gerontologia de Alagoas, Acadêmico Honorário da AML, desde 2008, Membro da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores (SOBRAMES) da AAM. Toma posse, em 09/10/1995, na Secretaria de Estado dos Negócios da Saúde e Serviço Social, cargo do qual é exonerado em 21/07/1997, no terceiro governo Divaldo Suruagy Em 01/01/2007 assume o cargo de vice-governador, no governo Teotônio Vilela Filho. Com a criação da Secretaria Extraordinária de Projetos Estratégicos assume esse cargo em 01/01/1011, ao início do 2º governo de Teotônio Vilela Filho. Presidiu o Conselho Regional de Medicina de Alagoas; Colaborou com o Ministério da Saúde para a implantação do Sistema Nacional de Transplantes, do qual foi seu primeiro coordenador nacional. Fez mais de 100 conferências em eventos locais, regionais e nacionais, 200 temas livres orais, centenas de participações em mesas redondas, colóquios e presidiu vários congressos e cursos. Publicou cerca de 30 trabalhos científicos e realizou várias demonstrações cirúrgicas em Centros do Brasil. Na política partidária é filiado ao PMDB, do qual é membro e tesoureiro do diretório estadual. Candidato, sem êxito, a prefeito de Maceió, nas eleições de 2004. Colunista, aos domingos, em O JORNAL, Alagoas por 6 anos. Obras: Artigos em periódicos: Rosclerose Coronariana e Revascularização Miocárdica, in Residência Médica, Rio de Janeiro/RJ, vol.4, nºs. 6,8,10 - Junho 1975, coautor; Coronary Microfistulas - Coronary Artery To Leet Ventricle Shunt And Angina Pectoris, in Arq. Bras. Cardiol, Rio de Janeiro, 28/4 : 475-479, Agosto 1975, coautor; Coronary Artery - Left Ventricle Microshunts a New Tecnique For Its Evaluation, in Arq. Bras. Cardiol., Rio de Janeiro, 28/6, Dezembro 1975, p. 587 - 590, coautor ; A Esternectomia no Tratamento da Osteomielite Crônica Fistulada do Esterno após Cirurgia Cardíaca, in JBM Especial, IV Congresso Cirurgia Cardíaca, Rio de Janeiro, Dezembro 1976, p. 65-76, coautor; Tratamento Cirúrgico das Comunicações Interventriculares com Hipotermia Profunda em Crianças com Peso Corporal a 10 Kg, in JBM Especial, IV Congresso Cirurgia Cardíaca, Rio de Janeiro, Dezembro 1976, p 114-117, coautor; Substituição Valvar Mitral e Aórtica Simultaneas e Endomiocardiofibrose: Aspectos Clínicos e Tratamento Cirúrgico, in Revista do Centro de Estudos da Santa Casa de Maceió, Dezembro/1980, p. 11-19 e 39 - 41; Avaliação Hemodinâmica Pós-Operatória da Via de Saida do Ventrículo Direito, in Arq. Bras.Cardiol., Outubro/1982, 39/4, p. 209-215, coautor; Fio Radiopaco para Localização de Pontes de Safena, in Arq.Bras.Cardiol., Novembro/1984, 43/5, p. 343-344, coautor; Tratamento Cirúrgico da Origem Anomala da Coronária Esquerda da Arteria Pulmonar - Nova Técnica e Relato de Caso, in Arq. Bras.Cardiol., Maceió, janeiro/1985, 44/1, p. 45-48; Estudo Hemodinâmico, in Revista Cardiologia Pediatrica, co-autor. Substituição Valvar por Valvula Aórtica Homologa Conservada em Glutaraldeido: Estudo Multicentrico, in Revista Brasileira Cirurgia Cardiovascular, 1986, 1(2), p. 20-23, coautor; Tratamento Cirúrgico do Mixoma de Átrio Esquerdo, in Revista de Cirurgia Cardiovascular, Maceió, Dezembro/1988, vol. 01, nº. 02, coautor; Estudo Multicêntrico da Bioprotese Porcina Labicor, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 1988, 3(3), p. 169-174, coautor; A Sindrome INCOR, in Revista de Cirurgia Cardiovascular, Dezembro/1988, vol. 01, nº 02; Lorazepam na Ansiedade em Cardiologia, in A Folha Médica,Outubro/1988, Vol. 97, Nº.4. Tratamento Cirúrgico da Ectasia Anulo Aórtica com Tubo Valvado, in Revista de Cirurgia Cardiovascular, Julho/1989, vol. 02, nº 01; Estudo Hemodinâmico, in Revista Cardiologia Pediatrica, co-autor. Substituição Valvar por Valvula Aórtica Homologa Conservada em Glutaraldeido: Estudo Multicentrico, in Revista Brasileira Cirurgia Cardiovascular, 1986, 1(2), p. 20-23, co-autor; A Síndrome INCOR - Editorial, in Revista de cirurgia Cardiovascular, Dezembro/1988, vol 1, nº 2; Tratamento da Ectasia Anulo Aórtica com Tubo Valvado, in Revista de Cirurgia Cardiovascular, Julho8/1989, vol 02, nº 01; Substituição Valvar por Válvula Aórtica Homóloga Conservada em Glutaraldeido: Estudo Multicentrico, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 198/6, 1(2), p. 20-23, co-autor; Estudo Multicêntrico da Bioprotese Porcina Labicor, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 1988, 3(3), p. 169-174, coautor; Cardiac Valve Replacement With Glutaraldehyde Preserved Aortic Allografts, in Eur J Cardio-Thorac Surg, 1990, 4, p. 147-155, coautor; Substituição Valvar por Valva Aórtica Homóloga Montada em Suporte e Preservada pelo Glutaraldeido: Estudo Multicêntrico, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 1988, 3(1), p. 1-8; Transplante Cardiaco - Experiência de Sete Casos, in Anais da Faculdade de Medicina da UFPE, 1992, vol 37, p. 23-26; Surgical Correction of Coarctation of The Aorta By an -Istthmusplastic Operation Without Graft-- Early Results, na Fac. Med. Ccs. UFPE, Recife, 1993, vol 38(1), coautor; Programa Nordeste para Transplante Cardíaco -NE-TX-: Experiência Atual, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 1984, 7(3), p. 165-173; Cardiac Valve Replacement With Glutaraldehyde Preserved Aortic Allografts, in Eur J Cardio-Thorac Surg, 1990, 4, p. 147-155, coautor; Cirurgia Valvar na Infância - Um Novo Aspecto de Ação, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 1992, 7(3), p.174-179; Cirurgia de Revascularização Miocárdica Através de Minitoracotomia Antero Lateral Esquerda, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, 1996, 11(3), p. 143-147, coautor; Heart Transplantation in Chagas Disease Cardiomiopathy. A Multi-Intitutinal Study, in The Journal of Heart and Lung Transplantatio - vol 14, number 1, part 2; Aneurisma Chagásico do Ventriculo Esquerdo: Aspectos Cirúrgicos em 29 casos, in Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular 7(3), 1992, p. 180-185; Nordeste Transplante (NE-TX) - Programa Multicêntrico para Transplante Cardiaco, in Revista Norte-Nordeste do Coração, 4.1, maio/agosto 1996, p. 17-21.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEY, Flávia Accioly Canuto  

(Maceió - AL 12/12/1980). Escritora, professora. Filha de Luís Roberto Lessa Wanderley e Fátima Accioly Canuto Wanderley. Graduação em Licenciatura em Educação Física, UFAL (2002). Especialização em Fisiologia do Esforço Aplicada ao Treinamento, UNCISAL (2003). Mestrado em Atividade Física para a Terceira Idade, FADEUP, Portugal (2007). Doutorado em Atividade Física e Saúde, FADEUP, Portugal (2011). Outros cursos: Extensão universitária em Licenciatura em Educação Física, UFAL (1999). Monitoria em Fisiologia Humana, UFAL (2001). Monitora/Recreadora, SESC (1999). Professora Academia Amândio Geraldes (2001-2002) na FAL, desde 2003; no IBESA, desde 2004; na Secretaria Executiva de Educação (2006-08). Obras: Capítulos de livros: Time Course of Changes in Body Fat, Blood Pressure, C-Reactive Protein, and Physical Function, During 8-Month Exercise Training in Older Adults, juntamente com J. Oliveira, E. Marques, M. J. Carvalho, in Body Fat: Composition, Measurements and Reduction Procedures, Julie Bienertová-Vasku (org.), Nova Iorque: Nova Publishers, 2011, p. 113-127; Estudo das Relações Entre Aptidão Muscular e Variáveis da Composição Corporal em Idosos Portugueses, Fisicamente Independentes, juntamente com J. Carvalho e J. Mota, in Educação Física, Desporto E Lazer: Perspectivas Luso-Brasileiras, Neiza de Lurdes Frederico Fumes, Leonéa Vitória Santiago, Alberto Albuquerque (Orgs.), Maceió: EDUFAL, 2012, p. 205-217.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEY, Luis Lavenère  

veja LAVENÈRE, Luís ..... Wanderley


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEY, Luiz nome artístico de Luiz Wanderley de Almeida  

 (Colônia de Leopoldina - AL 27/01/1931 - Rio Tinto - PB 19/02/1993). Cantor, compositor, forrozeiro, alfaiate. Iniciou na MPB aos 16 anos. Mudou-se para Rio de Janeiro, para tentar a carreira artística. O maestro Ubirajara Santo o convidou para crooner de sua orquestra no Cabaté Novo México na Lapa. Com o apoio do maestro, foi levado à Rádio Tamoio e apresentou-o a Zé Gonzaga, irmão de Luiz Gonzaga, que o aproveitou em seu programa, -Salve o Baião.- Foi logo convidado para fazer uma série de programas na emissora. Em 1954, fez um teste, sendo contratado para uma temporada de 6 meses na Rádio Mundial e Mayrink Veiga. No término de seu contrato no Rio de Janeiro, mudou para São Paulo/SP, onde fixou residência, até 1958. Atuou nas rádios paulistas, voltou ao Rio de Janeiro para fazer uma série de programas na Rádio Nacional. Viajou por todo o Brasil, do Norte ao Sul. Venceu um concurso carnavalesco no Rio de Janeiro. Em 1956, atuou na TV Paulista. Além de tudo, participou de dois filmes nacionais: Vai Que é Mole (apresentando a música Mineiro Sabido), pela Herbert Richers, e Só Naquela Base (com o Rock Carolina), ambos de 1960. Participaram com ele, Jô Soares, Otelo Zeloni, Renata Fronzi, Dercy Gonçalves, Carlos Imperial, Renato Lupo, Grande Otelo, Ankito. Discografia: O Palhaço Chegou (música Rosângela de Almeida e Enso Passos), gravadora Star, 1952; o xote Moça Véia (de sua autoria e Portela), Plydor, 1955; O baião Pisa Mulata (João do Vale, José Cândido e Ernesto Pires, Polydor, 1955) O baião Bedap do Ceará (de Catulo de Paula e Carlos Galindo) e o rojão O Segredo da Dança (de João do Vale, Onaldo Araújo e Vicente Longo Neto), ambos pela Polydor, 1956; o xote O Cheiro de Carolina (de Amorim Roxo e Zé Gonzaga) e o samba Charuto Bravo (de Talismã e Agenor de Souza e Silva), Polydor, 1957; samba Iracema (de Adorinam Barbosa, Polydor, 1957) O baião Boi na Cajarana (da dupla Venâncio e Corumba), o coco Matuto Transviado (em parceria com João do Vale) e Baiano Burro Nasce Morto (de Gordurinha), Chantecler, 1959; Forró Piada de Papagaio e o foxtrote Paulificante, Chantecler, 1959; O baião Mineiro Sabido (c/ Elias Soares) e batuque Padroeira do Brasil (de sua autoria), Chantecler, 1960; A Marcha do Berimbau (c/ Sebastião Nunes), o samba Não Acredito em Ninguém (c/ William Duba e Aldacir Louro), os chá-chá-chá Rei Pelé (c/ Wilson Batista e Jorge de Castro), RCA Victor, 1961 LP - Luiz Wanderley Espetacular!, Chantecler.. Os boleros Amarga Solidão e Me Leva Contigo (c/Luís de Carvalho) RCA Victor, 1962. Número Um, (de Benedito Lacerda e Mário Lago) e Coronel Limoeiro (c/ Romário Vanderley), Philips, 1963. LP Moço Velho, 1967, Polydor. Regravou com Tim Maia o baião Matuto Transviado, também conhecido como Coroné Antônio Bento, 1970. Ainda como compositor, um de seus principais parceiros foi Elias Soares, com quem compôs, entre outras, os xotes A Sopinha do Zarur e O Cozido do Papai e A Marcha do Chacrinha. Primeiro alagoano a gravar em 1952, o tradicional Pé de Serra, compôs diversos gêneros de forró ao Yê,Yê, Yê, passando pelo samba e boleros cantados por diversos artistas. A Banda da Dona Vera em Vida (Araketu-2000) Arranje Outro Amor (Deny e Dino - 1969) Banda de Perfume em Apaixonada (Banda Beijo-2000) Cabecinha em Vida (Araketu-2000) Coroné Antônio Bento (Ladja Betânia-2001) Coroné Antônio Bento em Com Você...Meu Mundo Ficaria Completo (Cássia Eller-2000) e Eu Gosto Demais da Menina (Originais do Samba -1969).


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

WANDERLEY, Maria da Conceição Malheiros  

( AL 08/12/1950). Produtora cultural. Membro da AMILA, onde ocupa a cadeira nº 24 cujo patrono é Nair da Rocha Vieira.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



: