A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

VASCONCELLOS, Luiz Carlos Fadel de  

 (?? ). Escritor, professor, pesquisador. Doutor em Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ. Professor Pesquisador do Grupo de Direitos Humanos e Saúde ENSP/FIOCRUZ. Obra: Direito e Saúde: Cidadania e Ética na Construção de Sujeitos Sanitários, juntamente com Maria Helena Barros de Oliveira, Maria Cristina Guilam, Gabriel Eduardo Schutz, Ana Tereza Medeiros Cavalcanti da Silva (orgs), Maceió, EDUFAL, 2013, prefácio de Antonio Ivo de Carvalho, Josealdo Tonholo e Isac Almeida de Medeiros, e onde escreveu Direito e Saúde: Cidadania e Ética na Construção de Sujeitos Sanitários, juntamente com Maria Helena Barros de Oliveira, p. 19-26; O Sujeito Sanitário na Perspectiva do Direito, juntamente com Maria Helena Barros de Vasconcelos, p. 27-52; Estado e Direitos Humanos no Brasil: Respostas Públicas à Exigibilidade do Direito Humano à Saúde, juntamente com Maria de Fátima Machado de Albuquerque e Josineide Francisco Sampaio, p. 53-74, respectivamente.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELLOS, Renata Carvalho Cabral de  

(Maceió - AL 06/05/1986). Escritora, odontóloga. Filha de Hélio Rocha Cabral de Vasconcellos Filho e Valéria Carvalho Cabral de Vasconcellos. Ensino fundamental na Escola Monteiro Lobato (2000) e o médio no Colégio Contato Maceió (2003). Graduação em Odontologia, UFAL (2009) com o TCC: Influência da Coca-cola e do Café na Dureza e Rugosidade Superficiais de Restaurações de Resina Composta. Especialização em Endondontia, UPE (2012) com o TCC: Análise da Área de Istmo do Sistema de Canais Radiculares Antes e Após Instrumentação Através da Microtomografia Computadorizada. Mestrado em Odontologia (Dentística e Endodontia), UPE (2013) com a dissertação: Análise da Área de Istmo do Sistema de Canais Radiculares Antes e Após Instrumentação e Obturação Através da Microtomografia Computadorizada. Estágios: na Unidade de Emergência Dr. Armando Lages (2008-09), no SESI (2008-09). Monitora na UFAL, desde 2009. Professora na FITS, desde 2014. Artigos em periódicos: Analysis of Roughness and Surface Hardness of a Dental Composite Using Atomic Force Microscopy and Microhardness Testing, juntamente com Marcos Aurélio Bomfim da S, A. B. Fardin, L. M. Santos, Josealdo Tonholo, José Ginaldo da Silva Júnior, José Ivo Limeira dos Reis, in Microscopy and Microanalysis (Print), 2011, v. Abril, p. 1-6; Influência da Abertura Coronária na Localização dos Canais Radiculares em Incisivos Inferiores, juntamente com V. F. Barbosa, I. F. A. J. Inojosa, J. L. Machado, R. A. Santos, R. F. Menezes, N. M. L. T. Soares, in Dental Press Endodontics, 2012, v. 2, p. 74-79.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS FILHO, Marcos Antônio Rodrigues  

(Viçosa- AL 01/09/1982). Escritor, sociólogo.Filho de Marcos Antônio Rodrigues Vasconcelos e Nanci Brito Borges Vasconcelos. Ensino fundamental naEscola de 1º grau Tesouro da Criança (1991) e no Colégio São Tomás de Aquino, (1996), ambos em Viçosa. Ensino médio no Colégio Maria Montessori de 1º e 2º graus, Maceió (1999). Graduado em Ciências Sociais, UFAL (2007) com o TCC: Jazigos e Covas Rasas: o Livro Perdido de Gilberto Freyre. Especialização em Formação para a Docência do Ensino Superior, CESMAC (2010) com o TCC: Ideologia e Recurso Pedagógico no Ensino Superior: A Sugestão do Desenho Animado Russo Nu, Pogodi!. Mestrado em Sociologia, UFAL (2012) com a Dissertação: O Império da Fome e do Amor: Estácio de Lima e os Determinismos em Medicina Legal. Doutorando em Sociologia, UFS, desde 2013, com a Tese: Imaginário Caeté: A Cultura Popular e os Estudos Folclóricos em Alagoas. Diretor responsável e revisor do jornal O Independente, Viçosa-AL, desde 2001. Diretor do Arquivo Público de Alagoas, de 2011 a 2015. Professor do Curso de Medicina do CESMAC Sócio efetivo do IHGAL, desde 2006. Membro da FUNCHALITA, desde 2008. Sócio da AML e da Academia Arapiraquense de Letras. Membro da AAL, eleito em 06/08/2013, para a cadeira 11. Obras: Memória e Menino. Discurso Pronunciado Quando da Recepção do Concurso Nacional Pontes de Miranda no Contexto Universal das Ciências e Letras, na Noite de 1º. de Novembro de 2005, no Auditório Carlos Moliterno, da Academia Alagoana de Letras, Maceió: SERGASA, 2006; Ao Piar das Corujas: Uma Compreensão do Pensamento de Pontes de Miranda, Maceió: EDUFAL, 2006 (Vencedor do Prêmio Nacional Pontes de Miranda no contexto universal das ciências e das letras, da Academia Alagoana de Letras/BRASKEM, sob o pseudônimo Max Planck). Discurso Marulho e Menino, Maceió: Graciliano Ramos, 2006; Discurso A História Feito Arte, Maceió: Graciliano Ramos, 2007; Marulheiro, Viagem Através de Aurélio Buarque de Holanda, Maceió: EDUFAL, 2008, prefácio de Bráulio Leite Júnior (Prêmio Nacional Aurélio Buarque: o mestre da cultura e das palavras, Academia Alagoana de Letras / Braskem) Dom Avelar Brandão Vilela - Cardeal Primaz do Brasil, Maceió: Viva, 2012; Manuel Diégues Júnior: O Regional e o Cultural, São Paulo: Intermeios, 2012; Arquivo Público de Alagoas: Memórias Histórico-Administrativas, Maceió: Cepal, 2012. Capítulos de livros: Nos Bastidores da Universidade Federal de Alagoas: As Articulações dos Reitores com o Regime Militar, in Memória & Ciências Sociais, Alice Anabuki Plancherel (org.), Maceió: EDUFAL, 2005, v., p. 75-85; O Sagaz da Saga, in100 Anos de Um Romancista Alagoano: Adalberon Cavalcanti Lins, (org.), Maceió: Graciliano Ramos, 2007, v., p. 3-8; Sugestões em Medicina Legal, in Aprendendo Com Hipócrates: Aspectos da História da Medicina, Angela Canuto (org.), Maceió: EDUFAL, 2009, v. , p. 211-256; Saudade: A Palavra Predileta de Mestre Aurélio, in Revelando Mestre Aurélio.... , Enaura Quixabeira Rosa e Silva (org.), Maceió: EDUFAL, 2011, v. p. 109-123. Artigos em periódicos: O Neovelho Problema: O Objetivo e o Subjetivo em Sociologia Contemporânea, in Revista Urutágua (Online), 2005, v. 6, p. 6; Discurso Pronunciado Pelo Acadêmico Marcos Antônio Rodrigues Vasconcelos Filho, ao Tomar Posse na Cadeira no. 48, na Sessão Solene em 26 de Janeiro de 2007, in Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, Maceió, v, 47, 2005-2009, p. 31-40; 100 Anos de José Pimentel de Amorim,in Gazeta de Alagoas, 22/6/2010, p. A4; Abelardo Duarte. Medicina, Virtude e Trabalho, coautor, juntamente com Alina Duarte, Jayme Lustosa de Altavila e Fabio Marroquim, in Núcleo Alagoano de História da Medicina, ano 3. n. 3. jul./dez. 2010, p. 31-53. Colaborador do Jornal Gazeta de Alagoas.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Ademar de Almeida  

(Engenho Paraná, Fazenda Baixa Velha, Viçosa- AL 08/05/1910 - Maceió - AL 04/02/1945). Médico, professor, dentista. Filho de Miguel Soares de Vasconcelos e Júlia de Almeida Santos. Estudos primários em Viçosa, com os professores João Leitão, João Domingues Moreira, Tibúrcio Nemésio e Virgílio Teotônio de Almeida. Curso de humanidades no Ginásio de Maceió. Exames preparatórios no Liceu Alagoano. Por esses tempos, publica alguns artigos, discursos e poesias em jornais viçosenses como Gazeta de Viçosa e O Porvir. Ingressou na Faculdade de Medicina da Bahia em março de 1928, sendo orador de sua turma, em 07 de dezembro de 1933, quando proferiu discurso Em Busca da Perfeição. Durante o curso médico, auxiliou a Clínica Urológica de seu professor, cirurgião e político Caio Octavio Ferreira de Moura. A partir de 1932, passa a auxiliar os serviços médico-legais do Instituto Médico-Legal Nina Rodrigues, onde seria secretário dos Archivos do Instituto Nina Rodrigues, idealizados por seus correligionários Estácio de Lima e Arthur Ramos. Na revista, publicaria dois artigos e escreveria dois necrológios. Em 1933, é orador oficial da Sociedade Acadêmica Alfredo Britto, recepcionando inclusive embaixadas de estudantes sulistas em um Congresso Acadêmico sediado no Recife. Em 1934, com inserção prévia de alguns capítulos nos Archivos, Ademar Vasconcelos defende a polêmica tese de doutoramento Do Defloramento, que seria publicada no ano seguinte, quando também da defesa da tese inédita Segredo Profissional, à livre-docência de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Bahia. Interessando-se pela clínica odontológica, diploma-se em Odontologia no ano de 1938, sendo novamente orador de sua turma. A partir daí, sucedem-se os estudos de caso, que atestam o cuidado do pesquisador. Em 1940, defende tese Piorreia Alveolar e Metabolismo Basal, com a qual alcança a livre-docência e a cátedra interina da disciplina Clínica Odontológica, da Escola Anexa de Odontologia da Faculdade de Medicina da Bahia. No ano seguinte, concorre ainda uma vez à cátedra, em busca de efetivação, quando então defende a tese Cárie Dentária e Vitamina C. Em 1944, é alçado a paraninfo dos odontólogos, daquele ano, proferindo o discurso memorável Oração de Paraninfo, logo conhecido por A Dor Universal. Aos 34 anos, vitimado de tifo, falece em Maceió. Obras: Em Busca da Perfeição: oração oficial de formatura dos médicos. Maceió: Casa Ramalho, 1934; Recepção às embaixadas do sul ao Congresso Acadêmico do Recife, in Annaes da Sociedade Acadêmica Alfredo Britto, ano I, n. 1, Bahia [Salvador], p. 221-224, 1934; Do Defloramento. I Parte: Elementos Constitutivos do Delito, II Parte: Ação Privada e Ação Pública, in Archivos do Instituto Nina Rodrigues, Salvador, ano III, n. 1-2, p. 173-194, out. 1934; Perícia de Defloramento: subsídios das luzes ultra e para-ultravioletas, in Archivos do Instituto Nina Rodrigues, Salvador, ano III, n. 1-2, p. 266-271, out. 1934; Bibliographia: Rev. Intern. de Criminal, Archivos do Instituto Nina Rodrigues, Salvador, ano III, n. 1-2, p. 410-412, out. 1934; Bibliographia: Luiz Silva, Archivos do Instituto Nina Rodrigues, Salvador, ano III, n. 1-2, p. 423-424, out. 1934; Necrológios: Miguel Couto, Archivos do Instituto Nina Rodrigues, Salvador, ano III, n. 1-2, p. 427-428, out. 1934; Necrológios: João Pondé, Archivos do Instituto Nina Rodrigues, Salvador, ano III, n. 1-2, p. 428-429, out. 1934; Do Defloramento, Tese de Doutoramento na Faculdade de Medicina da Bahia, Bahia [Salvador]: Livraria Scientifica Argeu Costa e Cia, 1935; Segredo Profissional, tese de concurso à livre-docência de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Bahia: 1935; Aspectos Médico-legais do Suicídio na Bahia: Direito de Matar-se, in Revista da Bahia, Bahia [Salvador]: ano II, n. 8-11, 3 partes, 1936-1937; Parecer: em Torno de Uma Perícia do Defloramento ¨C a Requisição do Prof. Edgar Matta, Salvador [Bahia]: Imprensa Vitória, 1936; Oração Quando da Eleição da Escolha do Paraninfo dos Odontólogos de 1938, in Bahia Odontológica, Bahia [Salvador]: p. 25-27, c. dez. 1938; Oração de Formatura dos Odontólogos, in Bahia odontológica, Bahia [Salvador]: p. 24-34, c. dez. 1938; Alimentação em Odontologia, in Bahia Odontológica, Bahia [Salvador]: p. 56-58, c. dez. 1938; Uma Observação Sobre Sífile Sifilles ??? Bucal, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1938; Adrenalina e Clinica Odontológica, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1939; Em Torno da Reimplantação Dentária, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1939; Piorreia Alveolar dos Menores de 20 anos. Bahia, 1939; Alimentação e Bons Dentes. Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1940; Dentes Supranumerários, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1940; Piorreia Alveolar e Metabolismo Basal, Tese de Livre-docência em Clínica Odontológica na Escola Anexa de Odontologia da Faculdade de Medicina da Bahia, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1940; Piorreia Alvéolo-dentária e Vitamina C, in Anais do II Congresso Odontológico Brasileiro, p. 78-123, 1940; Aula Inaugural. Bahia [Salvador]: Livraria Scientifica, 1941; Abcesso Palatino e Septicemia Crônica. Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1941; Cárie Dentária e Vitamina C, Tese de Concurso à Cátedra de Clínica Odontológica da Escola Anexa de Odontologia da Faculdade de Medicina da Bahia, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1941; Da Apicectomia Dentária. Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1940; Gingivites Hipertróficas. Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1941; Rânula, Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1941; Tuberculose e Bons Dentes. Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1941; Oração Proferida aos Odontolandos de 1942, Bahia, 2 páginas datilografadas, 31 out. 1942; Oração de Posse. Bahia [Salvador]: Imprensa Vitória, 1942; Oração de Paraninfo [A Dor Universal], Diário da Bahia, Salvador, 17 dez. 1944, p. 7, 10, 15; A Dor Universal, Maceió: Grafitex, 1992.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Agatenor  

(São Miguel dos Campos - AL 16/09/1936). Poeta, bancário.Curso secundário no Colégio Batista, em Maceió. Licenciatura em História e Geografia pela Faculdade de Filosofia. Dedicou-se a atividades no PRODUBAN. Obras: Eu - Você - O Amor. Poesia, apresentação de Medeiros Neto, Maceió, SERGASA, 1995; Mercador do Infinito, Maceió: [ s. ed.] [ s. ed.].


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Agatângelo  

(São Miguel dos Campos- AL 19/06/1939). Médico, professor. Filho de Odilon Teixeira Vasconcelos e Iracema Vasconcellos. Estudou em sua cidade natal e em Maceió, no Colégio Batista Alagoano. Diplomado em Medicina pela UFAL (1963) bacharel em Filosofia, pelo IFCH, da UFAL (1971). Cerca de 30 cursos em sua área de especialização médica, tais como: Higiene Mental e Psiquiatria Clínica, Organização Neurológica, Psicopatologia, Formas de Psicoterapia Breve e Recursos Terapêuticos em Hospital Psiquiátrico. Cursos também de formação complementar, entre estes: Didática do Ensino Superior e Informática Médica. Professor titular de Psiquiatria da ECMAL; professor assistente, por concurso público, da disciplina Elementos de Psicopatologia, na Faculdade de Educação da UFAL. Professor, ainda, de Higiene Mental e Psiquiatria da Escola de Serviço Social. Diretor médico do Hospital Portugal Ramalho; diretor da Clínica Ulysses Pernambucano; coordenador do Projeto Integrado de Saúde Mental; professor titular da cadeira de Psiquiatria e coordenador e criador do Curso de História da Medicina, UNCISAL. Conselheiro do CREMAL, por 15 anos, e conselheiro presidente por cinco anos. Sócio fundador da Sociedade Brasileira de História da Medicina; sócio fundador e atual coordenador do Núcleo Alagoano de História da Medicina, do qual é um dos editores de sua publicação oficial, O Boletim do NAHM. Sócio honorário da Sociedade de Geriatria e Gerontologia de Alagoas. Membro da Associação Médica Brasileira; Associação Brasileira de Psiquiatria; Membro da Academia Alagoana de Medicina, onde ocupa a cadeira nº 23; da AML; Sindicato dos Médicos de Alagoas; Sindicato dos Previdenciários.Sócio do IHGAL onde ocupa, desde 30/04/97, a cadeira 39, da qual é patrono Manoel Maurício de Albuquerque. Fundador e presidente, de 1974 a 1976, da Associação Alagoana de Psiquiatria e, entre 1987 e1991, presidente da Sociedade de Medicina de Alagoas. Sócio da SOBRAMES-AL. Participou de diversos congressos e reuniões científicas, nos quais apresentou trabalhos especializados. Obras: Sagrado Coração Exposto, Maceió: EDUFAL, 1981 (poesia) O Asilo de Santa Leopoldina. Aspectos Históricos e Sociais, Maceió: Secretaria de Cultura, 1985, (ensaios), prêmio Costa Rego da AAL, 1995; Fratricídio em Carahybas, (Perspectivas Psicossociais)Maceió: SECULTE/EDICULT, 1991, prefácio do Dr. José Lucena; Roberto Lopes - Cores do Tempo e do Espaço, Maceió: Ed. Catavento, 2000; Três Contos, Algumas Crônicas, Certas Pessoas, Maceió: Fundação Municipal de Ação Cultural, 2003; A Saga da Sociedade de Medicina de Alagoas, Maceió, 2007 (ed. Própria ???), apresentação de Manoel Tenório de Albuquerque Lins Neto. Participou, com Esta Palavra, Por Que Não Continuar e Tramei Meus Versos da Coletânea Caeté do Poema Alagoano, p. 20-22, Maceió: EDICULTE, 1987. Com o conto Das Apaixonadas Seduções, participou da Coletânea Alagoana Contos e Poesias, Fundação Cultural Cidade de Maceió: Maceió ÉCOS, 1998, p. 19-23; e com Salvo Melhor Juízo, participou de Os Contos de Alagoas - Uma Antologia, de Antônio S. Mendonça Neto, Maceió: Ed. Catavento, 2001, p. 25-32; Abelardo Duarte: Um Caráter Produtivo de Médico e Escritor. Palestra Proferida Durante a Homenagem Prestada ao Medico em Epígrafe Durante o XII Congresso Brasileiro de Médicos Escritores, Reunido em Maceió,Revista do IHGAL, v. 42, Anos 1989-1990, Maceió, p. 17-21; Leite e Oiticica; O Pinel das Alagoas, Revista do IHGAL, v. XLIII, Anos 1991-1992, Maceió, 1992, p. 37-41; Pioneiros da Psiquiatria em Alagoas, Revista do IHGAL, n. 44, v. XLIV, 1993-1994, Maceió, 1995, p. 77-81; Discurso de Posse na Cadeira 39 em 30 de Abril de 1997, Revista IHGAL, Maceió, 2001, v. 45, ano 1995-2000, p. 83-96; Fernandes de Barros: Cientista, Brasileiro e Penedense, Revista IHGAL, Maceió, 2004, v. 46, p. 91-98; Estudo de uma Série de Suicídios Múltiplos, inVivência, v.1, n. 1, 1975; Considerações Acerca da Histeria Coletiva, in Vivência, v. 1, n. 2, 1975; O Batismo Pelo Espírito Santo das Confissões Pentecostais, in Vivência, v. II, n. 3, 1975; A Ética Médica e a Posição dos Conselhos Regionais de Medicina, Revista da ECMAL, ano 2, n. 1, 1984; A Assistência Psiquiátrica em Alagoas, in ECMAL, ano 2, n. 2, 1984; Unidades Psiquiátricas em Hospitais Gerais (Editorial), in ECMAL, ano 3, n. 1, 1985; Psiquiatria Transcultural, in Psicodrama São Paulo, ano 2, n. 4, maio/junho 1991; Um Registro Centenário, in Boletim do Núcleo Alagoano de História da Medicina, ano I, no. 1, 2008, junho/dezembro 2008, p. 13-18; Caminhos da Psiquiatria: Da Idade Média à Época Moderna, in Boletim do Núcleo Alagoano de História da Medicina, ano II, no. I1, janeiro/junho, 2009, p. 13-23; O Lazareto do Francês e o Quartel de Abrantes, in Boletim do Núcleo Alagoano de História da Medicina, ano 3, no. 3, jul./dez. 2010, p.15-21; Hospital Santa Leopoldina. Esperando o Padre Jofre, in Antologia da Academia Maceionse de Letras, Maceió, Ed. Viva, 2013, p. 16-21. Colabora em diversos periódicos: Novidades, Jornal da Cultura, Consulta - da Sociedade de Medicina de Alagoas, Revista da SOBRAMES - AL, Jornal do Sindicato dos Médicos de Alagoas, Jornal de Alagoas, Tribuna de Alagoas.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Alexandre A. J.  

(AL?).Médico.Licenciado em História. Especialista em Psiquiatria. Mestre em Neurociências. Publicou; Breve Histórico do Uso das Terapias Convulsivas em Psiquiatria, in Boletim do Núcleo Alagoano de História da Medicina, Ano II, no. I1, janeiro/junho, 2009, p.25-34.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Aloísio Vilela de  

(AL). Escritor, arqueólogo. Graduação em Arqueologia, UNESA (1979). Especialização em Arqueologia, Sociedade Unificada de Ensino Superior Augusto Motta (1981) com o TCC: Sociedade Unificada de Ensino Superior Augusto Motta. Professor da UFAL (1981-1993 e desde 2009). Diretor de Núcleo da Justiça Federal-AL (1993-2004). Obras: Os Absurdos do Filme -Quilombo-, Maceió: EDUFAL, 1986; João Paulo II - O Papa do Perdão, Maceió: Imprensa Oficial, 2006; Inhamunhá - Lenda da Serra dos Dois Irmãos, ?, ?. , 2009.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Aloísio de Almeida  

(Viçosa - AL 13/04/1911 - ? ).Escritor. Prefeito municipal de Viçosa, por dois mandatos, num dos quais foi criado o Museu José Aloísio Vilela. Publicou: A Indústria em Viçosa, in Álbum do Centenário de Viçosa, Viçosa, 1931, p. 79.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

VASCONCELOS, Amarílio Olinda Nóbrega de  

(Penedo - AL 07/07/1845 - Londres Inglaterra 07/11/1929). Militar, engenheiro. Fez o curso primário e secundário em sua cidade natal. Mudou-se para o Rio de Janeiro onde, aos 18 anos, ingressa na Escola Militar. Faz a Campanha do Uruguai, em 1865, bem como a do Paraguai, nas quais é condecorado.Ao final desta, reingressa na Escola Militar, onde conclui o curso, mas logo depois entra para a Escola Politécnica de Engenharia e, em 1872, se forma. Volta à vida civil, dedicando-se, primeiramente, à continuidade da construção da Estrada de Ferro São Paulo/Mato Grosso e, depois, ao prolongamento da Estrada de Ferro de Baturité (CE). Foi diretor no Ministério da Agricultura, Comércio e Obras Públicas. Em 1893, passa a residir na Inglaterra.Obra: Prolongamento da Estrada de Ferro de Baturité ao Caryry e os Açudes da Província do Ceará, Fortaleza, 1881.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9