A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

UACONA  

veja ACONÃ.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Afonso José de Mendonça  

(Passo de Camaragibe - AL?). Deputado provincial, advogado, empresário rural. Formado pela Faculdade do Recife. Foi juiz por um pequeno período. Deputado provincial nas legislaturas 1882-83 e 88-89. Dedicou-se à cultura da cana-de-açúcar. Realizou um trabalho sobre a agricultura em Alagoas, dividido em seis partes: Terra e Trabalho; Indústria Agrícola; Cultura Rotineira e Cultura Mecânica; Produção Agrícola e Cultura Intensiva; Estatística e Situação Comercial e Situação Econômica e Financeira.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Alfredo Moacir de Mendonça  

 (Murici - AL 21/04/1906 - Brasília - DF 05/03/1996). Escritor, professor, engenheiro geógrafo e civil, general. Diplomado em Engenharia Militar pela antiga Escola Politécnica do Rio Janeiro. Fundador e primeiro comandante do Colégio Militar de Salvador (BA). Cursou a Escola Superior de Guerra. Professor catedrático de mecânica racional da Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende-RJ. Professor de Cálculo Vetorial e Mecânica Racional da antiga Escola Militar de Realengo. Fundador e primeiro diretor presidente/reitor da União Pioneira de Integração Social (UPIS/Brasília). Fundador do Centro Nacional de Estudos Ufológicos (CENEU). Fundador da Associação Universal Morya (AUM). Membro da Academia de Música e Letras do Brasil. Dedicou-se a pesquisas nos campos da parapsicologia, ufologia e da cura paranormal, tendo feito inúmeras conferências sobre o assunto. Obras: Além da Parapsicologia - 5a e 6a Dimensões da Realidade, São Paulo: Editora Horizonte, 1968; A Parapsicologia e os Discos Voadores - O Caso Alexânia, São Paulo: Grupo de Expansão Cultural, 1973; Cristo para Humanidade de Hoje, São Paulo: Editora Horizonte, 1980; Mergulho no Hiperespaço - Dimensões Esotéricas na Pesquisa dos Discos Voadores, São Paulo: Editora Horizonte, 1981; Muito Além do Espaço e do Tempo, Brasília: Editora Thesaurus, 1983; Oásis da Luz, 1988; O Transcendental - Curas e Fenômenos, 1994; Uma Busca da Verdade - Autobriografia, Edição do Autor, 1995.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Alfredo de Mendonça  

(Passo de Camaragibe - AL?). Secretário de estado, deputado estadual. Secretário da Fazenda no Governo Fernandes de Lima (1919-20). Secretario do Interior, Educação e Saúde, no Governo Silvestre Péricles, nomeado em 01/04/1947. Deputado estadual na legislatura 1929-30. Obra: Relatório Apresentado ao Exmo. Sr Dr. José Fernandes de Barros Lima, Governador do Estado, pelo Bacharel Alfredo de Mendonça Uchôa, Secretário de Estado dos Negócios da Fazenda no Dia 31 de Março de 1919, Maceió: Casa Ramalho, 1919.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Amália Maria de Amorim  

(AL?). Secretária de estado. Toma posse, em 02/01/1999, na Secretaria de Estado da Saúde, no governo Ronaldo Lessa.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Delson  

(Maceió - AL 1956). Pintor, médico. Começou a pintar quando fazia o curso de medicina na UFAL. Formando-se, viaja à Europa em visita a museu e galerias. Morou vários anos no Rio de Janeiro. Volta a viver em Maceió, a partir de 1991. Em julho de 1993, conquista uma bolsa de estudos durante o Workshop Brasil-Alemanha, que inclui um ateliê e seis mil marcos, suficientes para residir na Alemanha durante dois meses e produzir uma exposição para a galeria berlinense Springer. Individuais: Galeria Móbile, Maceió. 1980: Galeria Mario Palmeira, Maceió. 1981: Galeria Guignard, Belo Horizonte-MG. 1983: Galeria de Arte Saramenha, Rio de Janeiro - RJ. 1988: Galeria Arte & Design, Maceió. 1989: Thomas Cohn Arte Contemporânea, Rio de Janeiro-RJ. 1990: Galeria Karandash Arte Contemporânea, Maceió. 1991: Thomas Cohn Arte Contemporânea, Rio de Janeiro-RJ. 1992: Galeria Springer, Berlim - Alemanha. 1993: Armazéns dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas em Jaraguá, Maceió. 1996: Armazém do Grupo Utinga Leão, Jaraguá. 1997: Galeria Marsagana, Fundação Joaquim Nabuco, Recife-PE. Coletivas: 1980: XXXIII Salão de Pernambuco, Recife-PE. 1983: XXXVI Salão de Pernambuco, - Recife-PE e XV Salão Nacional de Artes Plásticas, Museu de Arte Moderna (MAM), Rio de Janeiro-RJ. 1984: VIII Salão de Artes Plásticas e Mostra 27 Paisagens Brasileiras, ambas no MAM; Como Vai Você? Geração 80, Escola de Artes Visuais, Parque Lage; Arte no Espaço, Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, as três no Rio de Janeiro-RJ, e Arte Brasileira Atual, Universidade Federal Fluminense, Niterói- RJ. 1985: III Salão Paulista de Arte Contemporânea, Pavilhão da Bienal, São Paulo-SP; Novos Cariocas, Cândido Mendes, Rio de Janeiro-RJ, e Geração 80 em Alagos, Associação Comercial, Maceió. 1986: IX Salão Nacional, Sessão Sudeste, Palácio das Artes, Belo Horizonte-MG. 1987: Cruzada Plástica, Maceió. 1989: Alagoas Arte Atual, Fundação Pierre Chalita, Maceió. 1993: Workshop 93, Academia Teuto-Brasileira Brasilianische - Deutsch Kulturelle Vereinigung (DBKV) Instituto Goethe, Fundação Chalita, Maceió; A Fronteira dos Vazios, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro-RJ. 1995: Livro Objeto, Museu de Arte Contemporânea, São Paulo-SP. 1996: A Arte dos Sete, Galeria do SEBRAE, Maceió. 1998: XXIV Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo-SP. 1999: Nordestes, SESC/Pompeia, São Paulo-SP. Com o trabalho Pintura I, participou da Exposição Olhar Alagoas, Pinacoteca Universitária, Maceió. Participou do 1º Salão de Arte Contemporânea de Alagoas, Complexo Cultural Teatro Deodoro, 16 a 30/01/2015. É um dos artistas divulgados na obra Arte Alagoas II, publicada quando da exposição em homenagem ao centenário de nascimento de Jorge de Lima, pela Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro. Está citado em Arte Popular de Alagoas, de Tânia Pedrosa, p. 58. Participou da V Mostra Cultural, promovida pelo Instituto da Visão, entre 5 e 14 de novembro de 2012. Teve trabalho reproduzido no Calendário Maceió É Bom Demais, promovido pela EMTURMA, em 1999. Obras em acervo: Coleção João Satamini, Museu da Arte Contemporânea, Niterói-RJ; Coleção Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro-RJ; Coleção York Stack, Berlim, Alemanha; Coleção Vogt, Berlim, Alemanha; Coleção Paulo Herkenhoff, Rio de Janeiro-RJ; Coleção Karim Stempel, Colônia - Alemanha.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Eurico  

 (? ). Escritor. Obra: Capítulo de livro: Fatos e Recordações da Minha Infância na Avenida, in Meninos da Avenida História Que Eles Contam, Maceió: Imprensa Oficial Graciliano Ramos, 2012, p. 279-280.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, Inácio José de Mendonça  

(Alagoas - AL 09/01/1820 - Rio de Janeiro - DF 24/01/1910). Deputado provincial, presidente interino da província, advogado, magistrado. Filho de Jacinto Paes de Mendonça e Ana Joaquina de Mendonça Uchôa. Formou-se pela Faculdade de Olinda (1844). Iniciou sua carreira na magistratura como Promotor Público em Penedo (1845). No ano seguinte, foi nomeado Juiz Municipal e de Órfãos de Anadia, Poxim e Palmeira dos Índios, sendo removido, em 1848, para os termos de Alagoas, Santa Luzia do Norte e São Miguel dos Campos. Suplente de deputado provincial na legislatura 1846-47 e titular nas legislaturas 48-49; 50-51; 52-53; 54-55 e 56-57. Em 1858, é nomeado Juiz de Direito de Flores (PE). Retorna, em 1856, para Alagoas, ao ser removido para Anadia, onde permanece até 1863, quando é transferido para Estância (SE). Em 24 de março de 1857, foi nomeado 2º vice-presidente da província, tendo nessa qualidade assumido o governo durante alguns meses daquele ano. Nomeado Desembargador de Relação de Porto Alegre (1873), em 1876 é removido para São Paulo (SP). No ano de 1887, é nomeado Ministro do Supremo Tribunal de Justiça e, com a organização do Supremo Tribunal Federal, é, em 12/11/1890, nomeado Ministro desse Tribunal, onde permanece até 15/03/1892, quando se aposenta. Em 1868, como 3º vice-presidente de Sergipe, assume o cargo de governador por sete meses e vinte e dois dias.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, José Felipe de Gusmão  

( ? ). Deputado provincial nas legislaturas 1884-85; 86-87; 88-89.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

UCHÔA, José Tavares da Cunha  

( ? ). Deputado provincial, padre. Deputado provincial na legislatura 1835-37.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

<< Anterior 1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6