A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

SALINA  

Rio. Afluente da margem direita do rio Capiá, segundo o Convênio SEMA/SUDENE/Governo do Estado.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SALLES, Weber Bagetti  

(Brasília - DF 01/10/1969). Artista plástico, cineasta. Graduado em Artes (Licenciatura), CESMAC. Sócio proprietário da Empresa Núcleo Zero Comunicação, desde 2003. Audiovisual:2003: Direção de arte e animação do vídeo Queimando O Filme - Documentário Anti-Tabagismo,12 min. BETACAM, desenvolvido para a Secretaria de Saúde de Alagoas. 2004:Programa DOC TV I, Direção de arte e animação de Imagem Peninsular de Lêdo Ivo, Documentário sobre Lêdo Ivo, exibido em cadeia nacional pela Rede Pública de Televisão. 1º DOC TV. 55 min. BETACAM. 2005:Programa DOC TV II,Direção de arte do documentário História Brasileira da Infâmia - Parte um, Documentário Histórico,sobre a morte do primeiro Bispo do Brasil, Dom Pero Fernandes Sardinha, 2º DOC TV. 55 min. BETACAM. 2006: Direção de arte, som direto e edição.Opára ou Racha, Documentário/expedição pela Foz do Rio São Francisco, juntamente com Werner Salles Bagetti. Produção Independente. Mini DV. 25 min. Campanha de prevenção de acidentes no carnaval (campanha publicitária). Direção de arte e animações do vídeoLêdo Ivo1 hora; composição do espetáculoConfissões de um Poeta(Ledo Ivo), Cia de Dança Maria Emília Clark. 2007:Desenho animado para exposição de artesSignos Mimético-poéticos,no SESCMaceió, projeto ateliê aberto à comunidade. 2008:Desenho animado para espetáculo multimídia teatralMeu Pé-de-Fulô,projeto contemplado com o prêmio FUNARTE de teatro Myriam Muniz; filme Uma Linha. 2009:Desenho animado e assistência de arte no documentárioO Homem, o Rio e o Penedo, documentário de 30 minutos, em parceria com oIPHAN, UNESCO e a fundação Casa do Penedo; filme HaiKai. 2010:Concepção visual e audiovisual doMemorial Aurélio Buarque de Holandae doMemorial Lêdo Ivo, amboslocalizados no MUPA - Museu Palácio Floriano Peixoto. 2011: Desenho animado para vídeo curta-metragemO Matuto Zé Cará, selecionado pela SECULT. Direção de arte, som direto e animações do documentário -Interioresou 400 anos de Solidão, selecionado peloPrograma Petrobrás Cultural. 2012: Concepção visual, pesquisa e conteúdo audiovisual para Memorial Cloro-Soda Braskem. Captação de som direto, trilha sonora, direção de arte e animação do documentário:Exu - Além do Bem e do Mal, selecionado pela SECULT. 2014:Desenho animado:Dialetos (curta metragem) 15`,selecionado pela SECULT, onde realizou roteiro, desenho animado, trilha sonora e edição. Exposições coletivas das quais participou: 2005: Espaço Due; 2012: ExposiçãoSobre Ruínas,Casa do Patrimônio, IPHAN; 1º Salão de Arte Contemporânea de Alagoas, Complexo Cultural Teatro Deodoro. Como filme animação Dialetos, foi um dos vencedores do 5º Festival de Cinema da UFAL, realizado em Penedo, do qual recebeu menção honrosa.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SALLES, Werner... Bagetti  

(Brasília - DF 1972). Roteirista, diretor e produtor. Filmes realizados pelo edital DOC TV AL: Imagem Peninsular de Lêdo Ivo, em 2004; História Brasileira da Infâmia - Parte Um, em 2005, ambos documentários. Filme realiazado em Super-8: Lêdo Ivo 81/2, em 2005. Filmes realizados em vídeos: Precisa-se, em 1994, ficção; Nusquáma, em 1997; Opára ou Racha, em 2007; O Homem, o Rio e o Penedo, em 2009. Os três são documentários, segundo Elinaldo Barros, na 2ª. edição de Panorama do Cinema Alagoano. Com o filme Interiores ou 400 Anos de Solidão, ganhou o prêmio de Melhor Filme e de Melhor Montagem de Documentário, na 3ª Mostra Sururu de Cinema Alagoano, que se realizou entre 25 e 28/10/2012. Dirigiu EXU - Além do Bem e do Mal, projeto selecionado no segundo edital de Fomento à Produção Audiovisual de Alagoas. Catalogado pelo Mapeamento Cultural, SECULT-AL.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SALOMÉ  

Antigo nome de SÃO SEBASTIÃO.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SALSA, Davi Barbosa Neto  

(Arapiraca - AL 23/12/1966). Escritor, jornalista, radialista. Filho de Manoel Fernandes Salsa e Ivanilda Barbosa Salsa. Primário: Instituto São Luiz, Arapiraca (1976). Fundamental e Médio no Colégio Bom Conselho - Arapiraca (1986). Ensino Técnico: Radialismo (Funesa/Sindicatos dos Radialistas do Estado de Alagoas) (1998). Ensino Superior: Bacharel em Comunicação Social pela UFAL (2002). Presidente do Diretório Acadêmico da UNEAL, em meados da década de 1980, quando a instituição ainda funcionava como FFPA (Faculdade de Formação de Professores de Arapiraca). Como profissional de comunicação, trabalhou nas Emissoras de Rádio Cultura e Novo Nordeste AM, em Arapiraca, nos Jornais Novo Nordeste e nas sucursais da Tribuna de Alagoas, Alagoas em Tempo, Gazeta de Alagoas, e na Assessoria de Comunicação das Prefeituras de Arapiraca e Pilar. Entre 1998 e 2010, trabalhou na Assessoria de Comunicação da UNEAL. Atualmente, trabalha como repórter da sucursal do jornal Tribuna Independente, em Arapiraca. Prêmios de jornalismo: Prêmio Banco do Brasil de Jornalismo (2002) Prêmio Mário Pedrosa de Jornalismo, pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Arquitetônico Nacional), em 2009, e Troféu Homens de Sucesso (2010), pela revista Grand Monde. Teve reportagens publicadas nos jornais: Novo Nordeste (Arapiraca 1997-98) Gazeta de Alagoas (1999) Tribuna de Alagoas (2003-06) Alagoas em Tempo (2006-07) Tribuna Independente (2007-12), e nas revistas Xereta (2010-11) e Visão Alagoas (2011-12). Obras: UNEAL - 40 Anos de Lutas e Conquistas, Maceió: Gráfica Oficial Graciliano Ramos, 2010.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SALUSTIANO, Geane Magalhães Monte  

( ? ). Escritora. Obra: Capítulo de livro: Contribuições das Mídias para o Ensino de Biologia na Educação de Jovens e Adultos, juntamente com Sandra Regina Paz da Silva, in Integração e Gestão de Mídias na Escola, Luiz Paulo Leopoldo Mercado (org.), Maceió: EDUFAL, 2013, p. 45-52.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SALVADOR, Frei Manuel Calado do  

(Vila Viçosa - Portugal 1584 - Lisboa - Portugal 12/07/1654). Frade. -Pregador apostólico no Brasil, durante cerca de 30 anos, presenciou a invasão holandesa, contra a qual lutou efetivamente, inclusive participando dos grupos de guerrilhas. Confessor de Calabar no dia em que este morreu às mãos dos homens de Matias de Albuquerque. Quando este voltou a apossar-se de Porto Calvo, constitui-se no cronista da heroica resistência. Em estilo simples e parcial, conseguiu resumir grande parte da história seiscentista do Brasil, na obra O Valoroso Lucideno e Triunfo da Liberdade, Dedicada ao Sereníssimo Senhor D. Teodósio, Príncipe do Reino e Monarquia de Portugal, Lisboa, 1648. Frei Manoel Calado a si mesmo se chamava Manoel Salvador, dele correndo também o cognome de Manoel dos Óculos.-


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SAMAÚMA  

Rio. Tributário da Lagoa Manguaba, deságua junto a Marechal Deodoro. Seu vale é estreito, marginado por ribanceiras dos tabuleiros, mas na sua parte plana serve para a agricultura e a pecuária.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SAMED/AL Ação e Reflexão na Sala de Aula: Língua ...  

Maceió: SAMED, 1999.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

SAMPAIO  

Lagoa. Às margens do Rio São Francisco, entre aquelas formadas pelo processo erosivo do rio ou de seus depósitos nos terraços marginais. Localiza-se após São Brás.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9