A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

MACHADO, Igor ... Barros também conhecido como Igor Brasa  

 (Traipu - AL 21/05/1984). Músico, compositor, poeta. Primeiro grau no Colégio Marista e o 2º grau no CEFET. Curso de Vídeo-Arte, SESC-AL (2007). Curso de Elaboração de Projeto Cultural com Regina Célia Barbosa, SEBRAE (2004). Como compositor, teve composições classificadas em festivais do Femusesc/AL (2004 a 2006), além de participar da criação da trilha musical de dois espetáculos da Cia. Fulanos ih Sicranos e de dois espetáculos do grupo Arteiros Caetés. Foi integrante e também fundador da Banda Gato Zarolho. Atuou em performances teatrais de rua com o grupo Tal, de São Paulo (2007-09), além de escrever textos satíricos e fazer paródias. No formato de palco, atuou em: Nós, de Ozinformais, no Teatro de Arena, Maceió, (2006), O Mágico da Cia Ganymedes, SESC, Maceió (2007) e E Eu Com Isso? do grupo Tal, Teatro do SESI/AL (2007). O Casamento da Filha do Retratista, da Cia. Fulanos ih Sicranos, e direção musical (2008). 2009: Idealizou, participou e produziu em parceria o evento lítero-musical Cafés, Artes & Arteiros, que teve como principal produto o Amores Ébrios, o qual reunia atores, poetas e músicos contemporâneos de Alagoas; teve apresentações em cafeterias de Maceió, num evento do curso de letras da UFAL, em Piaçabuçu no Sarau Olha o Chico e em Maceió, também na 2ª. Bienal do Livro de Alagoas. Idealizou e produziu duas edições do Sarau Arteiros Caetés, Maceió, na extinta cafeteria/alfarrábio Livro Lido, do bairro do Jaraguá. 2010: Criou o blog gestoscotidianos.blogspot.com, composto por contos, crônicas e poesias; idealizou e produziu sete edições do Sarau Praça das Artes, Traipu. 2011: Animador cultural pelo PSE (Programa Saúde na Escola), Traipu; criação e apresentação de personagens para performances teatrais em eventos como Conferência Municipal da Saúde, Craíbas e Traipu. 2012: direção musical do espetáculo teatral O Breu da Caçupemba, premiado pela Funarte, da Cia. Fulanos Ih Sicranos. Finalizando o projeto Musical Coco Pop Xote Novo, aprovado pela Funarte a partir do edital Microprojeto Mais Cultura para cidades da Bacia do São Francisco. Obras: Editou e confeccionou um livro de poemas artesanal denominado Pausas Corrompidas (2009). Participou da performance lítero-musical de Amores Ébrios e Cato e Colo Tudo com o já citado Arteiros Caetés. Atua na Cia. Fulanos Ih Sicranos, além de trabalhar como freelancer nas áreas de arte-educação e produção cultural. Com as poesias Coisas do Mr. Mundo, Admirável Vento Novo e Era Primavera, participou de A Poesia das Alagoas, Recife: Edições Bagaço, 2007, Carlito Lima/Edilma Bomfim (orgs.), p. 88-90.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, Isabela Beirão Lavenère  

(AL). Escritora, arquiteta. Ensino Fundamental, Escola Monteiro Lobato (1988). Ensino Médio, Colégio Santa Madalena Sofia (1996). Graduação em Arquitetura e Urbanismo, UFAL (2001). Especialização em Design Estratégico, FEJAL (2003). Mestrado em andamento em Arquitetura, UFRJ (início em 2003) ???? com a dissertação: Diretrizes Bioclimáticas Para Projetos Arquitetônicos de Edificações Multifamiliares da Orla Marítima de Maceió - AL. Outros cursos: Leitura Dinâmica e Memorização; Dinâmica Systems (1995) Basic Course English At Cultura Inglêsa, Cultura Inglesa (1997) Conceitos Básicos, Dos Windows 95 Word 7 0 e Excel, Rumo Escola de Informática (1997) Concreto de Alto Desempenho e Concreto de Alto Desempenho, NPT (1999) Sustentabilidade em Projetos Habitacionais, ENTAC (2000) Projetos Arquitetônicos Com a Utilização do Bambu, SEBRAE-AL (2002). Bolsista na IBRATIN, 1999. Colaboradora na UFAL, 2000. Bolsista do CNPQ/FAPEAL, 2000-01. Obra: Em Busca de uma Arquitetura Sustentável para os Trópicos, juntamente com Oscar D. Corbella (orgs.), Rio de Janeiro: Ed. Renavan, 2003.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, Ivânia Maria Barbosa Brêda Lavenère  

(Maceió - AL 20/09/1971). Pintora. Curso de Pintura, com Pierre Chalita e Edmilson Sales, e de Arte e Restauração, com Tereza Carvalho. Individuais: 1990: Sucata Decorações. 1991: AABB - Arapiraca Coletivas: 1993: ECO-92, Fundação Pierre Chalita e Banco do Brasil - Agência Jaraguá.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, José Lécio  

(Palmeira dos Índios - AL 19/03/1952). Escritor. Filho de Benedito José Machado e Francisca Romana Machado. Primário no Grupo Escolar Professor Higino Belo e no Grupo Escolar Tavares Bastos. Ginásio e Científico no Colégio Estadual Moreira e Silva. Graduado em Odontologia em ?. Mestre em Clínicas Odontológicas pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP. Doutorando em Química e Biotecnologia pelo Instituto de Química e Biotecnologia da UFAL. Professor Adjunto da Disciplina de Estomatologia da Faculdade de Odontologia da UFAL. Ocupa a cadeira número 06 da Academia Alagoana de Odontologia. Obras: Capítulo de livro: O Grito do Amálgama e Quadrinhas do Professor Severino Florêncio Teixeira, in Histórias da Odontologia Alagoana - -Uma Contribuição à Academia Alagoana de Odontologia-, Maceió: EDUFAL, 2011, Adelmo Farias Barbosa (org.), p. 178 e 179-198, respectivamente; Tataritaritatá, Maceió: Nascente, 2008 (folheto de cordel) Turma do Brincarte, Maceió: Nascente, 2008 (infantil) Frevo Brincarte, Maceió: Nascente, 2008 (infantil) Nitolino no Reino Encantado de Todas as Coisas, Maceió: Nascente, 2011 (infantil) Crônica de Amor Por Ela (prosapoética), Poemiudinhos & Outros Poemas Eróticos; Tataritaritatá (croniquetas) A Fúria dos Inocentes (noveletas) Proesas do Biritoaldo (noveletas) Kid Malvadeza & Outras Estórias (noveletas) O Evangelho Segundo Padre Bidiâo (noveleta) Rol da Paixão (proserótica) estes 7 últimos inéditos. Com a prosa poética Maceió, Uma Elegia Para os Que Ainda Ousam Sonhar, participou de A Poesia das Alagoas, Recife: Edições Bagaço, 2007, Carlito Lima/Edilma Bomfim, p. 128- 130.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, José de Freitas  

(Pão de Açúcar - AL 27/09/1881 - Rio de Janeiro - DF 30/04/1955). Químico, professor, farmacêutico. Filho de Miguel de Freitas Machado e Cândida Delfina Andrade Machado. Inicia seus estudos em sua cidade natal, depois, transfere-se para Recife, onde estuda no Colégio Salesiano. Iniciou o Curso de Engenharia, mas logo o abandona. Formou-se em Farmácia pela Faculdade de Medicina da Bahia (1903). Volta a viver em Pão de Açúcar, onde instala a Pharmacia Machado. Decide mudar-se para a Capital Federal. Iniciou sua carreira como químico no antigo Laboratório Municipal de Análises do Rio de Janeiro. Foi professor de Química Inorgânica e Analítica da Escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária. Publicou o artigo Façamos Químicos, onde exorta os poderes públicos a criarem uma escola superior para o ensino de Química no País. Em 1922, participou de um curso de especialização em Química, dirigido por Madame Curie, na Sorbonne, em Paris. Recebe, também, a incumbência de estudar a organização das Escolas de Química Industrial, da França e da Itália. Foi um dos fundadores da Escola Nacional de Química, atual curso de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Obras: Façamos Químicos, in Revista de Chimica e Physica e de Sciencias Histórico-Naturaes 1918, 3, 10; Discurso de posse de José de Freitas Machado como presidente da Sociedade Brasileira de Chimica. Machado, J. de F.; Rev. Quím. Ind. 1953, 255, 138. Nesse artigo, Freitas Machado relata várias passagens de sua vida, vinculando-as à história da Química no Brasil. Machado, J. de F.; Rev.Soc. Brás. Chim. 1931, 9, 413.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, José de Souza  

( ? ). Deputado provincial, presidente interino da província, padre. Deputado provincial em 1835-37. Membro do Conselho do Governo, criado pela lei de 20 de outubro de 1823, tendo nessa qualidade, assumido o governo de 11 de agosto a 1o de novembro de 1834.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, João ... de Melo  

veja MELO, João Machado de.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, João Cantídio  

(AL ?). Compositor, músico, militar. Dirigiu a Banda da Força Pública de Alagoas. Em 10/06/1928, essa banda executou, pela primeira vez, o samba Nega Fulô, de sua autoria, e cuja partitura musical foi impressa, sob o pseudônimo de T. Sanat, segundo informa Moacir Medeiros de Sant-Ana em Jorge de Lima Entre o Real e o Imaginário.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, Luiz Alberto  

(Palmares - PE 29/05/1960). Escritor, compositor, radialista. Formado em Letras e Direito. Editor do Guia de Poesia do Projeto Sobre Sites - O diferencial humano (RJ). Cônsul, em Alagoas, da Poetas Del Mundo. Desenvolve o Projeto Arte Cidadã - música, teatro & literatura e o Circo Intinerante Brincarte, para o público infanto-juvenil. Membro da Cooperativa da Música de Alagoas (COMUSA). Obras: O Prêmio, 1978 (1º texto teatral) A Viagem Noturna do Sol, 1983 (texto teatral) Falange, Falanginha, Falangeta, Maceió: Nascente, 1995; O Lobisomem Zonzo. Maceió: Nascente, 1998 (texto teatral) O Cravo & A Rosa, Maceió: Nascente, 1999 (infantil) Vamodizerato, 2000 (prosa poética) Alavoradinha, Calango Verde do Mato Bom, Maceió: Nascente, 2001; Tataritaritatá, Maceió: Nascente, 2008 (folheto de cordel) Turma do Brincarte, Maceió: Nascente, 2008 (infantil) Frevo Brincarte, Maceió: Nascente, 2008 (infantil) Nitolino no Reino Encantado de Todas as Coisas, Maceió: Nascente, 2011 (infantil) 30 Anos de Arte Cidadã, Maceió: Nascente, 2012. Com a prosa poética Maceió, Uma Elegia Para os Que Ainda Ousam Sonhar, participou de A Poesia das Alagoas, Recife: Edições Bagaço, 2007, Carlito Lima/Edilma Bomfim (orgs.), p. 128- 130. Reúne seu trabalho musical, teatral e literário no seu sítio www.luizalbertomachado.com.br.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

MACHADO, Manuel de Melo  

(AL ). Escritor, médico. Tem seu nome ligado a história do futebol alagoano, que junto com amigos fundou o Alagoano Fott Ball Club, cuja primeira partida ocorreu em 1908, quando o jovem estudante de medicina passava férias em Alagoas. Obra: Mortalidade das Crianças no Rio de Janeiro (Suas Causas e Meios de Atenuá-la). Cadeira de Higiene. Tese apresentada à Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 04/03/1911, Rio de Janeiro: Tip. do Jornal do Comércio, 1911.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9