A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

INSTITUTO COMERCIAL DO RIO DE JANEIRO. SUCURSAL DE MACEIÓ  

Fundado em 08/01/19? É reconhecido oficialmente pelo Decreto 1.032, de 07/06/1905. Aulas na área do comércio. Publicou: Regulamento Geral, Maceió: Tip. Americana, 1912.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DE ALAGOAS  

Fundado em 30/11/1919, com sede em Maceió. Tinha por finalidade, segundo seus Estatutos, a -aproximação, cultura e solidariedade dos seus membros, visando também prestigiar o exercício da advocacia e criticar a legislação e a jurisprudência-, Afirmava ainda cuidar do estudo do Direito, da assistência judiciária, da difusão da cultura jurídica e da defesa da dignidade profissional. A primeira Diretoria e o Conselho foram eleitos pelos presentes à reunião de aprovação dos Estatutos, que se deu a 08 de dezembro, e ficou assim constituída: Bernardino de Sena Ribeiro, presidente; Augusto Galvão, 1º secretário e A. Baltazar de Mendonça, 2º secretário. Cyridião Durval foi um dos seus presidentes. Em 27/09/1931 realiza assembleia para reformas dos Estatutos, as quais foram publicadas no Diário Oficial de 01/10/1931, e tinham como finalidade adequá-las à transformação na Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Alagoas. Foram ainda aprovados o seu Regimento Interno e o Regimento do Conselho Superior. Publicou: Estatutos do Instituto da Ordem dos Advogados de Alagoas, Maceió: Livraria Fonseca, 1920.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA E PROTEÇÃO À INFÂNCIA DE ALAGOAS  

Em seu Regimento Interno, o Capítulo I, Da Administração, o divide em dois serviços: um, administrativo, o outro, médico. O Capítulo II, sobre o Serviço Clínico, cuida de consultas externas nos dispensários e assim as subdivide: serviço de consultas pré-natais, farmácia, laboratório de análises, gabinete de fisioterapia e serviço de propaganda e educação sanitária. Inicialmente, pelo menos até 1939, eram três os dispensários, assim denominados: Dispensário João Pedro Xavier, Dispensário João Lício Marques e Dispensário Dr. José Carneiro. O Relatório de 1939 comunica ter sido criado o quarto: Dispensário Gustavo Paiva. Em 1932, Raul Brito era o presidente da instituição e Alfredo Cavalcante Lima o seu diretor financeiro. Entre os que assinaram os diversos pareceres da Comissão Fiscal figuram Severino de Albuquerque Filho, Pedro Cavalcante de Lima, Cônego Antônio Valente, Serafim Costa, Antonio Nogueira, Virgílio Cabral, Hermínio de Castro Barroca, Juventino Cravo, Ezequiel Pereira. Publicou: Relatórios Referentes aos Anos de 1931/32/34/35/39, Maceió: Oficinas Gráficas do Orfanato São Domingos; Regimento Interno (Aprovado em Sessão de 2 de Março de 1936) Maceió: Oficinas do Orfanato São Domingos, 1936; Relatório - 1945, Maceió: Tip. Valente, 1946.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DE CIDADANIA FREITAS NETO  

Organização não governamental voltada para a defesa e proteção dos direitos humanos. Geraldo de Majella foi um dos seus fundadores.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO  

O Decreto 2 298 de 18/11/1937 transforma a Escola Normal de Alagoas em Instituto de Educação, com a finalidade de continuar promovendo a aprendizagem do professorado de primeiras letras.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DE ESTUDOS CULTURAIS, POLÍTICOS E SOCIAIS DO HOMEM CONTEMPORÂNEO - IECPS  

Fundado em 15/01/1985, em Maceió, por Pedro Onofre de Araújo, liderando um grupo de intelectuais alagoanos, como sociedade civil sem fins lucrativos, de natureza cultural, com o objetivo de promover a pesquisa cultural, histórica, social e antropológica; desenvolver a educação política, social e profissional das massas populares, prestando serviço social gratuito dentro das suas atividades específicas, como também estimular e fomentar a cultura em sentido amplo. Durante muitos anos funcionou na Rua Dr. Fernandes de Barros, n. 21, no centro de Maceió, ali desenvolvendo cursos, oficinas, pesquisas, foros de debate, congressos e seminários, entre outros. O Instituto ajudou artistas e técnicos em espetáculos de diversões na criação de sua entidade de classe, o SATED/AL, com o objetivo de defender seu mercado de trabalho. Desenvolveu atividades adicionais, promoveu o Teatro como forma de conscientização e orientação das massas populares. Com a peça Mundaú, Lagoa Assassinada, mantendo como órgão subsidiário o Teatro Cultura do Nordeste, grupo cênico criado por Pedro Onofre em 1959 se apresentou não só no Teatro Deodoro, mas em espaços improvisados na periferia da Capital e em cidades do Interior, fazendo contundente denúncia sobre a poluição criminosa de lagoas que circundam a grande Maceió. Ainda através do Teatro, levou ao povo o problema agrário do nosso País, com a peça Terra Maldita, hoje convertida em filme, na qual denunciava o êxodo rural, a destruição da pequena agricultura de subsistência e a explosão do latifúndio, gerador de miséria e inchaço dos grandes centros urbanos, raiz do desemprego e da violência nas grandes cidades. Realizou o Congresso Brasileiro de Produtores Culturais, importante evento que trouxe para Alagoas agentes públicos da área da Cultura, oriundos de todo o Brasil. Durante uma semana, doze especialistas, nove dos quais pertencentes aos quadros do Ministério da Cultura, abordaram temas pertinentes ao debate, que tinha por escopo a definição de caminhos a serem seguidos pela produção cultural brasileira, com vistas ao seu desenvolvimento e afirmação. Há duas décadas, criou, em convênio com a Secretaria Estadual de Cultura e o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de Alagoas, SATED, a Mostra Alagoana de Teatro e o Festival Estudantil de Teatro. Após ser considerado de Utilidade Pública Municipal N. 4891 de 08/11/1999, materializou sua grande realização com a instalação do Centro de Cultura e Belas Artes de Maceió - CCBAM, numa área física de 3.200 metros quadrados, no Tabuleiro dos Martins.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DE MEIO AMBIENTE - IMA  

Um dos componentes do Sistema Nacional de Meio Ambiente, teve como origem a Coordenação do Meio Ambiente - CMA criada, em 1975, pela Lei 3.543, e, inicialmente, ligada ao gabinete do Secretário de Planejamento. Na sua feição atual, foi criado pela Lei 4.986, de 16/05/1988, como autarquia estadual. Tem jurisdição em todo o território alagoano, e é o órgão executor da política estadual de meio ambiente, entendida como um conjunto de normas, planos, programas e outros instrumentos de proteção ambiental. Busca a observância da legislação ambiental e a educação e conscientização da comunidade quanto à necessidade de zelar pelos recursos naturais e pela melhoria da qualidade de vida.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS EM ALAGOAS  

Fundado, em Maceió, em 14/04/ 1934. Fins: -promover aos seus associados defesa e amparo.- Primeira diretoria: Francisco Rizzo, Presidente; Eutíquio Gomes Filho, Vice-presidente; Joatas Bello, 1º. Secretário; Aristides Ataíde de Oliveira, 2º Secretário; Francisco Jacobina Lopes, Tesoureiro; Hemetério Cavalcante Lima, Vice-presidente; Pedro Vanderlei, Bibliotecário; Valter de Melo Sousa, arquivista Estatuto do Instituto dos Funcionários Públicos em Alagoas. Fundado em 14 de Abril de 1924, Maceió: Imprensa Oficial, 1934; Publicação (A Guisa de Relatório) Biênio 1934-36, Maceió: Oficinas Gráficas do Orfanato São Domingos, 1936; Regulamento da Caixa de Pecúlio do Serviço Médico e Regimento do Conselho Deliberativo, Maceió:Pap. Menezes, 1934INSTITUTO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DE ALAGOAS. Na sessão de 31 de agosto de 1936, do IHGAL, foi oferecida uma publicação desse Instituto.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO DOS PROFESSORES PRIMÁRIOS  

Criado por Manoel B. Pereira Diegues Júnior quando, em 1866, ocupava, interinamente, a diretoria de Instrução Pública. Promovia cursos e conferências e publicava O Magistério, um jornal escolar.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO EU MUNDAÚ  

Fundado em 06/08/2009, é uma organização não governamental de caráter cultural sem fins lucrativos. Iniciou com a realização de oficinas de artes cênicas na comunidade da Vila ABC, em Fernão Velho, periferia de Maceió. Inicialmente a proposta dos idealizadores dessa instituição, todos moradores do bairro e agentes culturais da comunidade, era possibilitar o acesso de crianças e jovens da localidade aos bens e serviços culturais, sociais e de lazer, contribuindo para o fortalecimento e potencialidade das manifestações existentes, em sintonia com a história e a herança cultural da comunidade. Uma antiga vila operária, que se desenvolveu a partir da indústria têxtil, guardando ainda hoje, embora pouco preservada, a arquitetura fabril e especialmente os ares bucólicos do lugar. Produção de teatro e dança, oficinas de artes cênicas eaudiovisual, bem como de documentários, curtos e cineclubismo, atividades sócioeducativas e culturais. Informática e website. Conta com 10 participantes. Responsável Marcelo Dogat. Catalogado pelo Mapeamento Cultura, SECULT-AL.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9 . 10 . 11