A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

INGAZEIRA  

Rio. Afluente da margem esquerda do Rio Mundaú, segundo o Convênio SEMA/SUDENE/Governo do Estado de Alagoas.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INHAPI  

Município. -Primeiramente, um açude formado no leito de um córrego que desemboca no Rio dos Cabaços. Sua colonização se iniciou por volta de 1902, quando foi construída a primeira residência, da família Moreira, no local. Logo depois outra propriedade, de Margarida Vieira, também foi implantada. No mesmo ano, construiu-se a primeira capela. Em 1917 se realiza a primeira feira, que a partir de então passa a ter movimento crescente. Nesse ano chega ao lugarejo o Coronel Anjo da Guia, que constrói mais uma casa. Em 1918, abre-se a primeira loja comercial, de Vida Ferreira. O local atrai outros moradores: as famílias de José Ferreira Vilar, Pedro Horário, Nezinho Pereira e João Martins da Silva.- O município foi criado em 22/08/1962, pela Lei 2460, e instalado em 20/11/1962. Desmembrado do município de Mata Grande. Encontra-se na microrregiaão Serrana do Sertão Alagoano e na mesorregião Sertão Alagoano. Sua base econômica é a agricultura. Inhapienses


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INHAÚMAS  

Rio. Afluente pela margem direita do Rio Mundaú.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INOJOSA, Verônica  

(Recife - PE 1963 ). Artista Plástica. Radicada em Maceió. Estudou Desenho e Pintura com Pierre Chalita e Vânia Lima. Participou do 1º Salão de Arte Contemporânea de Alagoas, Complexo Cultural Teatro Deodoro, de 16 a 30/01/2015.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO ALAGOANO  

Estabelecimento de ensino, fundado em 10/01/1901, dirigido por Joaquim Goulart de Andrade e Alfredo Wücherer. Ao final de 1904, encerrou suas atividades e sua sede comprada pelo bispado alagoano, que ali instalou o Colégio Diocesano.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO ARNON DE MELLO  

Fundado em 12/10/1989, com a finalidade de "estudo, análise e adequação de medidas visando à solução dos problemas nacionais, em variados segmentos na busca de respostas pertinentes às graves questões do povo brasileiro.- Dentro desses princípios, busca dar consistência à tenacidade política do seu patrono, cuja atividade pública voltou-se, primordialmente, para o campo da Educação, da Ciência, da Tecnologia, da Energia e do Desenvolvimento do Bem - Estar Social. Diretoria inicial: Diretor-Presidente: Leda Collor de Mello; Diretor-vice-presidente; Pedro Affonso Collor de Mello; Diretor secretário: Luciano Brito de Góes; Diretor tesoureiro: Ivanildo Gusmão; Diretor executivo: José Osmando de Araújo e Diretor técnico; José Esdras Ferreira Gomes. Criou o Prêmio Arnon de Mello de Literatura, lançado em 27/09/2001, dividido nas categorias Poesia e Contos, e direcionado aos estudantes alagoanos nos níveis médio e superior de escolaridade. Na primeira vez, foram apresentados 735 trabalhos, sendo 644 poesias e 97 contos. A comissão formada por José Francisco da Costa Filho, Teomirtes de Barros Malta e Enaura Quixabeira Rosa e Silva, os três da AAL, selecionou 12 obras em cada categoria, premiando assim 24 textos. Publicou: Patrimônio Histórico e Cultural, Maceió, Museu Théo Brandão - Projeto de Restauração, Maceió, 1991; Contos e Poesia: Prêmio Arnon de Mello de Literatura, Maceió, Ed. Gazeta da Alagoas, 2002.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO ARQUEOLÓGICO E GEOGRÁFICO ALAGOANO  

veja INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO ALAGOANO.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO BATISTA DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS  

- IBESA Fundado em 1993. Oferece o Núcleo de Apoio Psicopedagógico e Social (NAPS) que tem como objetivo proporcionar assistência e orientação. A participação do IBESA no ensino superior começou com sua contribuição na formação e qualificação profissional dos professores com cursos de pós-graduação em convênios com UNIGRANRIO e, posteriormente, com a UFAL. Inicia suas atividades como Instituição de Ensino Superior a partir da publicação, no DOU, da portaria 009 de 04/01/2002 do MEC, credenciando-o e autorizando o funcionamento do seu primeiro curso de graduação em Educação Física, através da portaria 10, da mesma data acima. Nos anos seguintes, começou a ofertar os cursos de Fisioterapia e Pedagogia. Seguiram-se os cursos de pós-graduação em Deficiência Mental e Auditiva; Educação Física Escolar; Abordagem de Recursos Cinescioterapêuticos e Manuais nas Doenças do Aparelho Locomotor; Personal Trainer; Gestão de Negócios Imobiliários e Psicopedagogia.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO BENJAMIM CONSTANT  

Finalidade: -Proporcionar, além da instrução primária, o necessário preparo para a admissão nas escolas superiores do País e habilitação aos concursos de Fazenda, Correio e Telégrafo. A instituição está num dos prédios mais higiênicos da cidade de Maceió, onde tinha sede e foro.- Estatuto do Instituto Benjamim Constant. Estabelecimento de Educação e Ensino,Maceió: Tip. Fernandes, 1912.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

INSTITUTO CAPELENSE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL  


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9 . 10