A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

CACHOEIRA  

Serra. Segundo Ivan Fernandes Lima, da Base Oriental da Escarpa Cristalina ou "Depressão Periférica.-


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACHOEIRA GRANDE  

Cachoeira no Rio Caçamba.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACHOEIRAS  

Embora a maioria se encontre na vertente oriental, devido ao caráter permanente das águas, a maior delas, Paulo Afonso, está na vertente do Rio São Francisco. A segunda em importância é a Cachoeira Serra d-Água, no Rio Camaragibe; encontrando-se, ainda, a Catita, no Rio Jacuípe; Duas Bocas e Piaba, ambas no rio Manguaba; São Francisco da Cachoeira, no Rio Castanheiro; Tombador, no Rio Santo Antônio Grande; Escada, no Rio Mundaú, na divisa com PE, além da cachoeira entre as localidades de Rio Largo e Gustavo Paiva; Tombador, no Mundaú-Mirim; Dois Irmãos, no Paraíba-do-Meio; Grande, no Rio Caçamba; Serraria, no Rio Paraibinha e Poço Redondo, no Rio Porongaba.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACHOEIRAS  

Rio. Afluente do Rio Piauí, pela margem direita, segundo o Convênio SEMA/SUDENE/Governo do Estado de Alagoas.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACHORRO  

Serra. Localizada no vale do Rio Canhoto, segundo Ivan Fernandes Lima, do Patamar Cristalino do Nível de 500 metros.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACIMBA DE BARROS  

 Comunidade quilombolaem São José da Tapera. Certificada em 19/11/2009. Possui 35 famílias. Catalogado pelo Mapeamento Cultural, SECULT-AL.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACIMBAS  

Rio. Afluente do Rio Capiá, pela margem esquerda, segundo o Convênio SEMA/SUDENE/Governo do Estado de Alagoas.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACIMBINHAS  

Município. -Teve sua origem no sítio Choan, onde caçadores costumavam acampar, como também os viajantes paravam no local onde havia uma cacimba, junto a um limoeiro. Logo outras cacimbas surgiram e também locais para melhor suprir a necessidade dos viajantes. Os primeiros habitantes chegaram por volta de 1830. O alferes sergipano João da Rocha Pires comprou vinte léguas de terras - que se estendiam de Serra Branca até Palmeira de Fora - e construiu uma casa e uma capela, considerada a mais antiga da região. Porém naquela área, segundo alguns, há a marca da presença de holandeses. Um dos três filhos do alferes, Félix da Rocha, casou e foi morar onde hoje é o centro da cidade, onde já residia seu sogro, Amaro da Silva, que chegara em 1840. São eles, pois, considerados os fundadores de Cacimbinhas. Com o movimento crescente de pessoas que faziam suas estadas, outras cacimbas foram abertas, firmando-se, então, o topônimo Cacimbinhas para a localidade que ali começava a florescer. O local servia de ponto de passagem de viajantes e transformou-se, em pouco tempo, numa estrada comercial. No ano de 1893, chegou a Cacimbinhas José Gonzaga, o qual contribuiu de forma decisiva para o progresso do lugar. Construiu a casa no sentido de arruamento e, logo após, outra, que serviu como ponto comercial. Pouco depois, criou a primeira feira livre, que alcançou movimento extraordinário, atraindo moradores e comerciantes das vizinhanças. Associou-se a Clarindo Amorim para a construção da linha de telégrafo, ligando Palmeira dos Índios a Santana do Ipanema. O empreendimento não deu certo, e Jose Gonzaga foi à falência.- A criação do município se deu em 19/09/1958, pela Lei 2 108, e sua instalação em 01/02/1959. Desmembrado de Palmeira dos Índios, deve seu topônimo à existência de uma cacimba na qual os caçadores se abasteciam. Localiza-se na zona fisiográfica denominada Sertaneja, dentro do Polígono das Secas; na microrregião de Palmeira dos Índios e na mesorregião do Agreste Alagoano. Base econômica: agropecuária, especialmente a lavoura de milho. Cacimbenses.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACIMBINHAS  

Rio. Afluente, pela margem esquerda, do Rio Paraíba-do-Meio, segundo o Convênio SEMA/SUDENE/Governo do Estado de Alagoas.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

CACTO  

Jornal. Publicado em Piranhas, provavelmente na década de 1980.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9