A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

 

BANDEIRA, Selma... Mendes  

(Delmiro Gouveia - AL 01/01/1946 - BR 316, Ladeira do Catolé, Satuba - AL 07/09/1986). Deputada estadual, médica. Filha de Lauro Mendes Correia e Alexandrina Bandeira Mendes. Estudou em Salvador o 1º e 2º graus, porém, este último, terminou-o em Maceió: no Colégio Moreira e Silva. Fez política estudantil, integrou a União dos Estudantes Secundários de Alagoas (UESA), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e o Diretório Central dos Estudantes (DCE), além do Diretório da Faculdade de Medicina da UFAL, onde se formou em 1969. Fez residência médica em Recife (PE) e estágios em diversos hospitais, ainda em Recife e em Maceió: tendo trabalhado no Instituto de Medicina Infantil de Pernambuco. Antes, fez o curso de suficiência em Biologia, na Faculdade de Ciências e Letras da UFAL (1967). Foi professora dessa matéria no Colégio Guido de Fontgalland e no Colégio Batista Alagoano. A partir de 1964, passou a participar da política partidária, em oposição à situação então vigente. Foi acusada e julgada por suas posições oposicionistas, passou a viver clandestinamente entre 1974 e 1978, quando foi presa, em março, em Recife, tendo ficado detida na Colônia Bom Pastor. Libertada, devido à Lei da Anistia, em 1979. Voltou a Maceió e passou a atuar na Secretaria de Saúde do Estado. Foi eleita deputada estadual, em 1982, pelo PMDB, para a legislatura 1983-1986. Defendeu as causas sociais, em especial na área da saúde, bem como o direito dos operários, dos índios, dos negros, da mulher. Expandiu a consciência da cidadania entre as mulheres, tendo programado a União das Mulheres Sertanejas, cujo primeiro encontro ocorreu em 1º de dezembro de 1984. Candidata ao cargo de deputada federal, nas eleições de outubro de 1986, morreu, em desastre de automóvel, quando retornava do municinípio de Viçosa, onde participou de comício da campanha eleitoral.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BANDEIRA, Suely Palmeira Godolphin  

(Rio de Janeiro? - RJ 13/09/ 1946 - Maceió - AL 11/02/2011). Pintora. Filha de Paulo Raposo Bandeira e Beatriz Palmeira Bandeira. Estudou no Rio de Janeiro. Desde 1981 viveu e trabalhou em Maceió. Foi aluna de Pierre Chalita, em 1989 e, depois, de Rosival Lemos. Na área de sua especialização, realizou os cursos: Iniciação à História da Arte, no CESMAC, Maceió; Vida e Obra de Michelangelo, na UFAL, Maceió; Quatro Séculos - Quatro Mestres Da Vinci, Rembrandt, Goya e Picasso, Universidade Federal do Rio de Janeiro (RJ) Descobrindo a Arte Contemporânea, com professores do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia de Madri (Espanha), no CREAL, Maceió; História da Arte Brasileira, no SESC-Maceió; Cerâmica Viva. Oficinas de Capacitação em Design e Técnicas de Modelagem, Instalação e Queima, no Jaraguá Art-Studio, Maceió; História da Arte. Uma Visão Panorâmica, na ADUFAL, Maceió; Arte-Terapia. A Arte Como Recurso de Desenvolvimento Pessoal, no Espaço Terapêutico, Maceió; Design no Artesanato, no SEBRAE, Maceió. Participou, também, de Seminários: Centenário de Graciliano Ramos, promovido pela Fundação Pierre Chalita e UFAL, Maceió; Centenário de Jorge de Lima, promovido pela UFAL e Secretaria de Cultura, Maceió; Mecanismos de Apoio à Cultura, promovido pelo Ministério da Cultura, Maceió. Participou, ainda, do IV Fórum de Museologia do Nordeste, promovido pela UFAL e Fundação Pierre Chalita. Exposições individuais: 1991: Hotel Ponta Verde; Maceió; 1992: Luxor Hotel, Maceió e Circo Cultural Show do Verão, Maceió; 1993: Banco Banorte, Juiz de Fora; (MG) 1996: Centaur Gallery, Londres (Inglaterra), Meliá Maceió Hotel, (Maceió), Banco do Brasil (Maceió) 1997: Shopping Center Iguatemi, Maceió; 1998: Shopping Center Iguatemi, Maceió; 1999: Estoril Praia Hotel, Maceió; 2001: Associação Comercial, Macéio. Principais exposições conjuntas: 1992: Rio Mar Shopping Center, Aracajú (SE) 1998: III Encontro Nacional de Meditação do GMNE, Hotel Matsubara, Maceió; 1999: 1a. Jornada Holística - SEST/SENAT, Maceió. Participou de 59 coletivas, sendo as principais: 1992: Galeria Pierre Chalita, Maceió: 1992: Pinacoteca da Universidade Federal de Alagoas, Maceió: Casa da Arte - Garça Torta (Maceió), Rio Mar Shopping Center, Aracaju (SE) e Galeria José de Dome, também em Aracaju (SE) 1993: Woorkshop Brasil/Alemanha, Maceió; Museu de Arte Brasileira, Maceió; I Meliá Místico, Maceió; Aliança Francesa, Maceió; Fundação Casa Rui Barbosa, Rio de Janeiro (RJ), na Exposição Arte de Alagoas; 1994: V Cíclo Esotérico Alternativo, Recife (PE) e Galeria Karandash, Maceió; 1995: Galeria Estação Farol, Maceió; 1996: Convento São Francisco, Marechal Deodoro e Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, Rio de Janeiro (RJ) 1997: Prefeitura Municipal de Quebrangulo, Centro de Convenções, Brasília (DF), Secretaria de Cultura, Vitória (ES), V Congresso Holístico Internacional, Lindóia (SP) e IV Congresso Holístico Internacional, Manaus (AM) 1998: Reabertura do Jaraguá Art-Estudo, Maceió; 1999: Secretaria de Cultura. Vidas Secas, Maceió e Espaço Cultural Aurélio Buarque de Holanda, Maceió; 2000: Abertura Galeria Armazém 384, Maceió e Aliança Francesa Club Du Vin, Maceió; 2001: Museu Pierre Chalita, Jaraguá, Maceió; com o trabalho Anjo João, participou da X Universid-Arte, realizada na FAL- Jaraguá, de junho a setembro de 2002 e em janeiro desse mesmo ano participou da Exposição Arte Popular. Coleção Tânia de Maia Pedrosa, realizada no Museu Théo Brandão, em Maceió; 2003: Arte Popular Alagoana 2003, realizada na Galeria SESC/Centro, de 19/08 a 05/09 e da exposição A Universid-Arte XI, no Campus Jaraguá da FAL, de 11/06 a 20/10. Obras constantes nos seguintes catálogos: 1992 - Mostra Internacional de Arte Ingênua e Primitiva, São Paulo - SP; 1993 - Arte Alagoas I, Maceió; 1994 - I Bienal de Art Naif, São Paulo (SP) e Arte Alagoas II, Maceió; 1995 - Arte Maior de Alagoas, Maceió; 1997 - Alagoas Presente, Arte; 1999 - Arte Popular de Alagoas, Maceió; 2001 - Livro de Arte - Associação Fluminense de Belas Artes, Niterói (RJ) 2002 - Arte Popular, Museu Théo Brandão, Maceió. Um dos seus quadros mais divulgados é Miss Paripueira, no qual retrata essa figura popular, in Arte Popular em Alagoas, de Tânia Pedrosa, p. 151. Sua obra foi tema da tese apresentada por Solange B. Vasques no CESMAC.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BANDEIRA, Wilmar... Soares  

(AL?). Secretário de Estado, empresário. Até junho de 2009 ocupou a Secretaria de Comunicação, no governo Teotônio Vilela. É sócio-gerente da agência de publicidade P& Inteligência de Marketing.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARACHO, Manoel Pereira  

(?). Deputado provincialna legislatura 1874-75.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARACHO, Renata Maria Ramires  

 (Maceió - AL 02/10/1992). Escritora, jornalista, fotógrafa. Primeiro grau no Colégio Santa Úrsula, e segundo no Colégio Intensivo (2009). Graduada em Comunicação Social, UFAL (2014). Estágios: na Desenvolve - Agência de Fomento de Alagoas (2012-13) e na ALGÁS (2013-14). Apresentadora do Programa TUNE!, TV Mar, desde 2014. Obra: Menina Singeleza, Maceió: Imprensa Oficial Graciliano Ramos, 2014, ilustrações de Lucas Nascimento, obra vencedora do concurso literário do III Edital de Livros Infantis 2013, realizado pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARAFUNDA, O  

pseudônimo de CAVALCANTI, João Coelho


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARANDELA,Ana Margarita... Garcia  

 (La Habana, Cuba). Professora da UFAL. Reside em Maceió desde. Doutoranda em Estudos Literários (PPGLL -UFAL). Mestre em Literatura Brasileira, pela UFAL (2007) com a disseretação: A Presença Yoruba nas Literaturas Cubana e Brasileira: O Sagrado no Realismo Maravilhoso de JorgeAmado e Manoel Cofiño.. Especialista em Docência no Ensino Superior pela União Panamericana de Ensino ( UNIPAN) 2004, onde apresentou o trabalho: Crenças de um Professor de Letras do Nível Superior e Sua Relação Com o Processo Ensino-Aprendizagem e onde também atuou como professora e tradutora. Entre 2002 e 2004 trabalhou na Espasa Calpe, ESHABLAR, na Espanha, onde, entre outras atividades, atuou em projetos de curso de espanhol on-line. Licenciada em Geografia pela Universidade de La Habana, onde desenvolveu o trabalho: Desarollo de los Litónimos Cubanos (1987). Em 2000 foi professora na Universidade Estadual de Londrina - UEL (PR). De 1995 a 2000 foi professora de espanhol no Centro de Idiomas do Grêmio Politécnico da Escola Politécnica da USDP. De 1989 a 1994 foi redator-cartográfico da Instituto Cubano de Hidrografia, ICH, em Cuba. Entre 1988 e 1989 trabalhou no Instituto de Geografia Tropical, GEOTECH, ainda em Cuba, na redação de Atlas Geográfico. Professor titular, na área de Geografia, entre 1987 e 1988, no Instituto Superior Pedagógico de Holguin, ISPH, em Cuba. Obra: A Presença Yoruba na Literatura Cubana e Brasileira: O Sagrado no Realismo Maravilhoso de Jorge Amado e Manuel Cofiño, Maceió: EDUFAL, 2009. Publicação de trabalhos em periódicos especializados, inclusive pela Internet, bem como em anais de congresso dos quais participou.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARAÚNA, Rosemeire Silva  

(AL?). Escritora, professora. Licenciatura em Pedagogia, UEFS (2003). Especialização em Política do Planejamento Educacional, UNEB (2006) com o TCC: Formação de Professores e a Educação do Campo: Reflexões Sobre Currículo. Mestrado em Educação, UFBA (2009) com a dissertação: Autonomia Monitorada: O Fundescola e a Gestão da Educação Municipal. Doutoranda em Educação, UFBA, desde 2010. Professora Escola Despertar (2001). Instrutora e Tutora, UFBA (2009-10). Professora no IFBAIANO, desde 2010. Integra a linha de Políticas em Gestão da Educação da FACED/UFBA. Membro do Núcleo de Estudos da Educação Municipal, da FACED/UFBA. Obra: Formação Docente e Valoração do Magistério Público Municipal da Bahia: das Reformas Educacionais à Materialização das Políticas, juntamente com Maria Couto Cunha e Cristiane da Conceição Gomes, in Formação, Saberes Profissionais e Profissionalização em Múltiplos Contextos: Sentidos, Política, Práticas. Maceió/Salvador: EDUFAL/EDUFBA, 2008, p. 149-167, Vera Lúcia Bueno Fartes, (org.).


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARBACENA, Visconde e Marques de  

veja HORTA, Felisberto Caldeira Brant Pontes Oliveira e.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

BARBALHO, José Ivanilson Silva  

(Garanhuns - PE). Escritor. Obra: Breve Esboço Sobre o Lugar da Escola Para os Povos Indígenas no Brasil, in Índios de Alagoas: Memória, Educação, Sociedade, Maceió: EDUFAL, 2011, Luiz Sávio de Almeida,Amaro Hélio Leite da Silva e Gilberto Geraldo Ferreira (orgs.), p.57-86.


Para alteração no verbete, faça uma solicitação pelo formulário abaixo:

:



:
 

1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8 . 9